Homens que não controlam diabetes têm 137% mais chances de perder força muscular

Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), de São Carlos (SP), constataram que a diabetes descontrolada aumenta em 137% a chance de perda de força muscular em homens acima de 50 anos. Para as mulheres da mesma faixa etária, o número chega a 67%.

O estudo levou em consideração as respostas de quase 5,2 mil voluntários que tinham ou não a doença. Foram coletadas informações sobre os hábitos de vida, além de amostras de sangue.

Mulheres com mais de 50 anos apostam na musculação para evitar perda de massa muscular.  — Foto: Geovana Alves/G1
Mulheres com mais de 50 anos apostam na musculação para evitar perda de massa muscular. — Foto: Geovana Alves/G1

De acordo com o professor orientador, Tiago da Silva Alexandre, os altos níveis de açúcar no sangue deixam os músculos mais fracos, porque lesionam os nervos e fibras musculares.

“O aumento de glicose no sangue gera a produção de algumas substâncias tóxicas para as células musculares. Elas vão agredir o músculo e vão fazer com que a gente tenha uma perda da massa e dos nervos também que levam a informação do cérebro para o músculo se contrair”, argumenta Alexandre.

Estudo da UFSCar aponta que homens que não controlam diabetes têm 137% mais chances de perder força muscular. — Foto: Geovana Alves/G1
Estudo da UFSCar aponta que homens que não controlam diabetes têm 137% mais chances de perder força muscular. — Foto: Geovana Alves/G1

Menos atingidas

Ainda segundo o pesquisador, as mulheres são menos atingidas pelo problema do que os homens porque elas têm mais capacidade de usar a glicose dentro do músculo e mais vasos sanguíneos que levam as substâncias até os tecidos do que eles.

Para evitar a perda de força muscular com a idade, é indicado controlar a diabetes com orientação médica, manter uma dieta balanceada e fazer musculação com regularidade. O aposentado Jovino Bueno leva a sério as indicações e não abre mão dos exercícios.

Mulheres são menos atingidas pela perda de massa muscular causada pela diabetes descontrolada. — Foto: Geovana Alves/G1
Mulheres são menos atingidas pela perda de massa muscular causada pela diabetes descontrolada. — Foto: Geovana Alves/G1

“Eu faço questão de me cuidar, porque a vida da gente é a coisa mais importante, é o maior capital que nós temos”, explica Bueno.

A pesquisa é parte de um consórcio de estudos longitudinais envolvendo Brasil, Estados Unidos e Inglaterra. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) também participou do projeto.


https://g1.globo.com/


Similar Posts

Topo