Lente de contato desenvolvida na Coreia poderá monitorar o diabetes

Tecnologias voltadas para o monitoramento da saúde, em aplicativos médicos, são cada vez mais comuns, unindo os últimos avanços em wearables, sensores cada vez menores e comunicações sem fio. É o caso de uma lente de contato inteligente, capaz de monitorar as informações fisiológicas do olho e das lágrimas, além de fornecer diagnósticos médicos, em tempo real, como níveis de glicose no organismo.

Para indicar a condição diabética em tempo real, os cientistas da Universidade Yonsei, na Coreia do Sul, trabalham no desenvolvimento dessas lentes de contato inteligente, dotadas de mecanismo com carregamento sem fio e sensores de glicose, como explicado no artigo publicado pela Science Advances. De maneira muito eficiente e até inédita, a recarga do dispositivo pode ser realizada sem que o usuário as precise retirar dos olhos.

Segundo o professor sul-coreano e responsável pelo projeto, Jihun Park, o segredo da invenção se baseia em não usar uma bateria convencional, mas sim um supercapacitor, feito de eletrodos de carbono e um eletrólito em miniatura, muito mais eficientes.

Ilustração de lente de contato com tecnologia para recarga sem fio (Foto: Divulgação/ Universidade Yonsei)

Como funciona?

O monitoramento do diabetes acontece a partir da concentração de glicose nas lágrimas – fator adequado para determinar o nível de glicemia de jejum nas lágrimas de pacientes diabéticos – e, simultaneamente, para fornecer resultados através do visor conectado ao aparelho.

Por isso, a lente de contato sul-coreana é composta por nanoestruturas transparentes e extensíveis que fazem o produto similar as outras lentes comuns disponíveis no mercado, transparentes e gelatinosas. Só que modelo conta com uma antena e um LED em vermelho, que acende de acordo com a medição do sensor embutido.

Com a conexão sem fio, essas informações são enviadas para um monitor de controle, que mostra os sinais de detecção, em tempo real e integrado. Assim, são eliminadas as necessidades de equipamentos de medição volumosos e adicionais que poderiam obstruir a visão do usuários.

Imagem de lente de contato desenvolvida por sul-coreanos (Foto: Divulgação/ Universidade Yonsei)

Próximos passos

Até agora, os testes das lentes inteligentes estão em fase inicial. Os testes in vivo foram realizados com coelhos, incluindo o monitoramento da mudança de temperatura no olho do animal, eventualmente, causados pela tecnologia.

Os resultados positivos trazem esperança para os cientistas em preparar, no futuro, testes em humanos com as lentes de contato inteligentes. Caso seja bem sucedida, a tecnologia seria uma opção para o monitoramento não invasivo na área de cuidados de saúde, a partir dos olhos e as lágrimas.

Líder da pesquisa, o cientista Park já desenvolve há alguns anos estudos com lentes de contato inteligentes. No ano passado, a sua equipe construiu uma versão que podia monitorar os níveis de glicose no sangue. Dessa vez, a equipe juntou essa capacidade com a da tecnologia wireless. 

Fonte: Canaltech


https://br.financas.yahoo.com/


Similar Posts

Topo