Evento no Rio reúne maior número de pessoas treinando a aplicação de insulina de forma simultânea

Durante o evento ‘O Meu Diabetes’, que reuniu 450 participantes e foi realizado no Rio de Janeiro (RJ), 235 pessoas fizeram um treinamento que bateu o recorde junto ao RankBrasil em 2019, do Maior número de pessoas treinando a aplicação de insulina de forma simultânea. A ação aconteceu em 10 de agosto e reuniu pessoas com diabetes, familiares e profissionais da saúde.

Segundo a coordenadora do projeto, Dra. Solange Travassos, a ideia surgiu para divulgar a informação que a aplicação de insulina, feita com a técnica correta, na maioria das vezes não dói, é segura, salva muitas vidas e ajuda a evitar as complicações relacionadas ao mal controle do diabetes.“A tecnologia da aplicação de insulina e a qualidade da própria insulina evoluiu muito ao longo dos anos e hoje a aplicação é praticamente indolor e muito mais segura”, destaca. Ela explica que o preconceito e o medo da insulina ainda são muito comuns. “Médicos costumam ter dificuldade para prescrever insulina, pois os pacientes chegam a buscar outra opinião quando o tratamento é proposto”, comenta.

Maior número de pessoas treinando a aplicação de insulina de forma simultânea
Desafio aconteceu durante o evento ‘O Meu Diabetes’ e reuniu 235 pessoas no Rio de Janeiro

Para o treinamento foram utilizadas canetas de insulina de demonstração, preenchidas com água de injeção. A ação também envolveu familiares de pessoas com diabetes e profissionais da área. Solange afirma que o apoio da família e a empatia dos profissionais da saúde são fundamentais para o sucesso do tratamento.Ela comenta que muitas vezes o familiar tem informações equivocadas sobre o tratamento e acaba reforçando as preocupações do paciente. “Algumas mães que nunca haviam tido a oportunidade de experimentar a aplicação ficaram extremamente satisfeitas ao perceber que o incômodo com a injeção é realmente pequeno”, relata.

Conforme a médica, com educação em diabetes e acesso a um tratamento adequado é possível ter uma vida longa, produtiva e saudável. Ela acredita que o recorde junto ao RankBrasil é uma oportunidade única e incrível de levar informação de qualidade sobre a aplicação de insulina e contribuir com o tratamento das pessoas com diabetes no país.

Diabetes no Brasil e no mundo

De acordo com ela, no mundo, mais de 425 milhões de pessoas têm diabetes, sendo que somente no Brasil são aproximadamente 13 milhões. A Dra. comenta que diabetes é a maior causa mundial de cegueira evitável nas pessoas em idade produtiva e de amputação não traumática.

Solange ainda destaca que o controle inadequado do diabetes e de outras doenças associadas é responsável por inúmeros casos de insuficiência renal e de morte por doença cardiovascular. “A educação dos pacientes, de seus familiares e da sociedade como um todo pode ajudar a mudar este quadro”, acredita.

Aplicação correta da insulina

Descoberta pelo médico canadense Frederick Banting e seu auxiliar, o estudante de medicina Charles Best, a insulina está disponível para uso desde o início da década de 20. Esta descoberta, que recebeu o prêmio Nobel, já salvou milhões de vidas, inclusive da doutora Solange Travassos.

Conforme a médica, para aplicar a insulina, a pele deve ser higienizada com álcool ou água e sabão, e a dose correta estipulada pelo médico deve ser colocada na caneta de insulina ou na seringa. “A aplicação necessita ser feita perpendicularmente, formando 90º com o local de aplicação”.Ela diz que o conteúdo deve ser injetado e depois é preciso aguardar aproximadamente 10 segundos para retirar a agulha, com o objetivo de evitar que a insulina reflua do tecido. “Atualmente a maioria das pessoas pode utilizar agulhas curtas de 4,5 ou 6mm, tornando a aplicação mais confortável. É importante fazer o rodízio do local de aplicação e trocar a agulha se possível a cada injeção”, comenta.

A médica e PhD em medicina, Solange Travassos possui diabetes desde os 14 anos de idade. É fundadora e já foi presidente e vice-presidente de associações de pacientes com diabetes. Também foi a idealizadora do premiado projeto ‘Oftalmologista Amigo do Diabetes’, que ofereceu mais de mil consultas oftalmológicas para jovens carentes com diabetes. “Dedico minha vida a melhorar a saúde das pessoas com diabetes”, destaca.

O projeto ‘O Meu Diabetes’ foi criado para mostrar as várias maneiras de melhorar a saúde de pessoas com diabetes, o nível de energia e o equilíbrio emocional, com o foco em facilitar a sua relação com o diabetes. “Entender o diabetes e saber que é possível ter uma vida com qualidade é o primeiro passo”, afirma. Mais informações sobre o projeto no www.omeudiabetes.com.br 


http://www.rankbrasil.com.br/


Similar Posts

Topo