ADJ em campanha nacional da prevenção da retinopatia diabética – Fortaleza

Foto de Stux

A ADJ em parceria com a Associação Cearense de Diabéticos e Hipertensos promoveram hoje mais um encontro em Fortaleza, CE.

A campanha nacional “Fique de olho na Retinopatia Diabética” vem com o intuito de sensibilizar à população sobre a importância do diagnóstico precoce do diabetes e do controle glicêmico para prevenção das complicações.


Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil possui 16 milhões de pessoas com diabetes. E em Fortaleza, a incidência da doença cresceu 1.9 pontos percentuais em adultos com 18 anos ou mais, entre 2017 e 2018. É o que revela a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico.


Segundo o levantamento, divulgado pelo Ministério da Saúde, 9,5% dos entrevistados declararam ter a doença no ano passado, o que coloca a cidade como a 2ª capital brasileira com o maior percentual de diagnóstico
de diabetes no País, atrás apenas do Rio de Janeiro.
Outros dados publicados pela pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo apontam que 77,2% dos indivíduos com diabetes tipo 2 não aderem ao tratamento no país, o que ocasiona sérias complicações. Uma delas é a retinopatia diabética, que afeta cerca de 40% das pessoas com diabetes.


As altas taxas de glicemia degeneram a retina e, com o tempo, a visão pode ser afetada, sendo a principal causa de cegueira. A retinopatia diabética pode ser de dois tipos: a não proliferativa, forma inicial da doença que é detectada quando os vasos do fundo do olho estão danificados, causando hemorragia e vazamento de líquido da retina, chamado de Edema Macular Diabético; e a proliferativa é diagnosticada quando os vasos da retina ou do nervo óptico não conseguem trazer nutrientes para o fundo do olho e por consequência, há formação de vasos anormais, que causam o sangramento.
Além de sensibilizar as pessoas sobre os riscos da retinopatia diabética, a
campanha também tem como objetivos específicos: educar as pessoas para que mudem seus hábitos e consigam controlar as taxas de glicemia e incentivar a visita ao oftalmologista regularmente, para realizar os exames preventivos de visão.


A iniciativa já passou por Brasília, e Birigui (interior de São Paulo) e irá para os municípios do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Fortaleza e Belo Horizonte. No próximo dia 21 de agosto, Fortaleza receberá a ação, na Unimed Fortaleza, localizada na Rua do Santos Dumont, 949.

Para inscrições, é necessário entrar em contato pelo telefone 85 98790-6312.
Para a realização destas ações, a ADJ Diabetes Brasil conta com o apoio da Abbott, da Allergan e da Novartis. Mais informações podem ser acessadas no www.adj.org.br. 
  
Sobre a ADJ Diabetes Brasil
Fundada em 10 de março de 1980, a ADJ Diabetes Brasil é uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, legalmente registrada no Registro Civil de Pessoas Jurídicas. Seu objetivo é promover educação nesse campo para pessoas com diabetes, familiares, profissionais de saúde e comunidade.

Atende gratuitamente as pessoas com todos os tipos de diabetes, de qualquer faixa etária e classe socioeconômica. Oferece um trabalho integrado realizado por uma equipe multidisciplinar.

A ADJ está em contagem regressiva para celebrar seus 40 anos de existência em 2020 e já começa a planejar suas iniciativas para marcar seu aniversário. 
 
Informações à imprensa
Jornalista: Vanessa Pirolo
Tel.: 11 20637638/ 993872603
Email: vanessapirolo@animapress.com.br


Similar Posts

Deixe uma resposta

Topo