No Reino Unido, 500 diabéticos morrem a cada semana, muitos de complicações “evitáveis”

Mortes aumentaram 10% nos últimos três anos

As vítimas de diabetes estão morrendo prematuramente a cada semana, revelam os números do Sistema Nacional de Saúde (NHS), enquanto especialistas alertam que o serviço de saúde não está fazendo o suficiente para dar apoio aos pacientes com a doença.

As complicações evitáveis , como amputações, perda de visão, doença renal, acidente vascular cerebral e doenças cardíacas estão contribuindo para cerca de 500 mortes por semana, de acordo com a ONG Diabetes UK.

O número do NHS vem da análise do National Diabetes Audit, que mostra que as mortes aumentaram cerca de 10% nos últimos três anos.

O relatório descobriu que pessoas entre 35 e 64 anos que vivem com diabetes tipo 1 têm três a quatro vezes mais chances de morrer prematuramente do que aquelas sem a doença.

Enquanto isso, aqueles na mesma faixa etária que têm diabetes tipo 2 têm duas vezes mais chances de morrer prematuramente.

As complicações mais comuns da diabetes que podem levar à morte precoce são acidente vascular cerebral e doença cardiovascular.

Toda semana no Reino Unido, 680 pessoas sofrem um acidente vascular cerebral como uma complicação do diabetes, com um em cada cinco derrames causados ​​por diabetes.

A Diabetes UK disse que 530 pessoas sofrem um ataque cardíaco relacionado ao diabetes e há cerca de 2.000 casos de insuficiência cardíaca relacionada ao diabetes.

Desde 2017, o NHS Diabetes Transformation Fund investiu mais de 80 milhões de libras em toda a Inglaterra para melhorar o atendimento que as pessoas com diabetes recebem.

A Diabetes UK está agora pedindo ao NHS England que continue sua ação para melhorar a qualidade dos serviços locais para diabetes após 2019, para conter o crescente número de pessoas que morrem prematuramente por causa do diabetes.

O presidente-executivo da instituição, Chris Askew, disse: “Quinhentas mortes prematuras evitáveis ​​a cada semana são uma estatística angustiante que alerta para a seriedade que devemos ter com o diabetes.

“É vital que essa seriedade seja reconhecida e que o NHS continue a financiar melhorias no tratamento do diabetes depois de 2019, como vem fazendo através do Fundo de Transformação do Diabetes”.

“A importância de ajudar as pessoas com diabetes a evitar complicações evitáveis, que muitas vezes podem levar à morte, não pode ser exagerada”.

Pessoas com diabetes tipo 1 não produzem insulina como resultado do sistema imunológico eliminar incorretamente células produtoras de insulina no pâncreas, enquanto que com diabetes tipo 2, que afeta a maioria dos pacientes, a insulina é produzida, mas o corpo perde sua capacidade de responder para isso.

Ambas as formas podem levar a níveis de açúcar no sangue cronicamente elevados que aumentam o risco de complicações.

“Se quisermos reduzir o número de pessoas com diabetes que morrem cedo e desnecessariamente, o investimento e o trabalho iniciados em 2017 precisam ser continuados”.

“O progresso está sendo feito e não deve parar agora, para garantir que os benefícios da transformação sejam plenamente realizados”.

 

https://www.telegraph.co.uk/


Similar Posts

Topo