Gordura abdominal no primeiro trimestre de gravidez aumenta risco de diabetes gestacional

Photo by Jernej Graj on Unsplash

Mulheres com altos níveis de gordura abdominal no primeiro trimestre de gestação estão em maior risco para diabetes gestacional no fim da gravidez, de acordo com um estudo recente. O estudo incluiu cerca de 500 mulheres, entre 18-42 anos, que fizeram ultrassons para avaliar sua gordura abdominal da 11 até 14 semana de gestação.

Aquelas com maior nível de gordura abdominal são mais propensas a desenvolver diabetes da 24 a 28 semana de gestação. Mas, o estudo mostrou somente uma associação e não uma relação de causa e efeito, entre a gordura abdominal e risco de diabetes na gestação. Esse estudo realça o potencial para avaliar pacientes nos estágios precoces da gestação e usar a gordura abdominal para predizer o desenvolvimento da diabetes.

Através de fotos tiradas da gordura abdominal na gestação precoce usando o ultrassom durante as visitas de rotina médica, os pesquisadores puderam identificar mulheres com altos níveis de gordura abdominal que poderiam estar em risco de desenvolvimento de diabetes gestacional tardia. Normalmente os médicos avaliam a mulher para diabetes no segundo ou terceiro trimestre, analisando fatores de risco como idade, etnicidade, histórico família, teste de açúcar sanguíneo e gordura corporal geral.

Pesquisas anteriores também mostraram que entre 20-50% das mulheres que desenvolvem diabetes durante a gestação irão desenvolver diabetes tipo 2 dentro de cinco anos após a gestação. Gestantes com risco de diabetes gestacional podem tomar medidas preventivas como adotar uma dieta e um estilo de vida saudáveis e evitar um ganho abdominal maior.

Referência

 

https://www.terra.com.br/


Similar Posts

Topo