Jovem diabética morre por ter medo de agulhas

Photo by Markus Spiske on Unsplash

Natasha Horne, uma jovem de 20 anos que sofria de diabetes tipo 1, morreu depois de se recusar a tomar as injeções de insulina por ter medo de agulhas.

A jovem entrou em coma devido à falta de tratamento, enquanto dormia em casa de um amigo, dia 22 de agosto, em Middlesbrough, Inglaterra.

Natasha escondia a sua condição dos amigos e familiares e recusava-se a ir às consultas e seguir os conselhos médicos. A jovem já havia perdido cerca de metade de seu peso corporal no espaço de dois a três meses.

Segundo os pais, Natasha estaria orgulhosa da perda de peso, apesar de saber que era um sintoma da diabetes. Segundo declarações dos pais da jovem, ela já tinha 20 anos e como tal os pais não eram informados de que ela faltava às consultas médicas.

Apesar de já ter sido tatuada várias vezes, Natasha tinha medo de se espetar com as agulhas de insulina. “Ela era teimosa. Se ela não quisesse fazer alguma coisa, ela não faria”, afirma Jackie, a mãe da jovem, citada pelo The Sun.

Os pais da jovem estão agora iniciando uma campanha que tem por objetivo conscientizar outros jovens para os sintomas e perigos da diabetes. Perda de peso repentina, sede excessiva e idas frequentes ao banheiro podem ser os principais indícios da doença.

 

https://www.cmjornal.pt/


Similar Posts

Deixe uma resposta

Topo