Internações por causa do diabetes aumentam o custo da saúde pública no país

Presidente da Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, Fadlo Fraige Filho afirma que, a cada 1 mil leitos nos hospitais, 440 são ocupados por pacientes com hiperglicemia – Photo by Martha Dominguez on Unsplash

O presidente da Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, Fadlo Fraige Filho, participou do segundo painel sobre “Aprimoramento no acesso de idosos com diabetes e alto risco cardiovascular no SUS” e ressaltou a importância do debate sobre o tema. Segundo ele, à medida em que a população envelhece, a massa de diabéticos aumenta. Em 2005, a população idosa era estimada em 20 milhões.

Em 2030, a estimativa é de que serão 40 milhões. Outra estatística apresentada por ele é de que, em 2017, a cada 1 mil leitos nos hospitais, 440 eram de pacientes com hiperglicemia. “A hospitalização é o que tem mais alto custo na saúde pública”, ressaltou.

Ativo no combate à doença, Fadlo observa que o maior avanço no tratamento da doença foi a Lei Federal nº 11.347, que obriga o fornecimento da medicação para o diabético. No entanto, explica que a medicação oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento do diabetes consiste em insulinas NPH e regular, que não são tão efetivas.

“Essas substâncias não têm nada a ver com o que deve ser tratado no tipo 1. Há melhores remédios disponíveis como insulinas basais e ultra rápidas. Tem um conjunto de novos remédios como as glifozinas que tem um mecanismo de ação que permite a excreção do excesso de glicose pela urina. Com isso reduz o risco de doenças cardiovasculares e ajuda no controle de peso e da pressão.”

O alto custo hospitalar também foi apontado: “90% dos portadores do diabetes estão fora do controle adequado. A doença é a primeira causa de mortalidade e amputação. O custo com hospitais, as complicações e a aposentadoria precoce fazem dela a doença com maior custo para o Ministério da Saúde”.

Para Fadlo Fraige Filho, evitar o diabetes e as complicações decorrentes está ligado à educação e melhorias no atendimento e oferecimento de fármacos.

 

https://www.correiobraziliense.com.br/


Similar Posts

Topo