Confira os benefícios do gengibre para a saúde

Esse tempero picante protege o coração e ajuda até as mulheres durante o período menstrual

Originário da ilha de Java, da Índia e da China, o gengibre (Zingiber officinale), além de um famoso tempero, é muito usado pelas pessoas como remédio para tratamento de problemas de estômago. E elas estão certas. Um estudo científico publicado na revista Critical Reviews em Food Science and Nutrition concluiu que o gengibre pode, efetivamente, diminuir a náusea e o vômito. Mas, os benefícios dessa raiz tão presente na culinária asiática vão além de um medicamento caseiro para doenças gastrointestinais.

De acordo com a nutricionista e escritora americana Tara Gidus Collingwood, o gengibre é repleto de antioxidantes, que ajudam a minimizar as inflamações no corpo, promovendo uma melhor saúde e bem-estar. Ele também possui poucas calorias (um pedaço de 12 cm tem apenas nove calorias).

Abaixo, a especialista cita alguns benefícios para a saúde proporcionados por esse tempero picante:

1. Alivia dores musculares

Há evidências de que o gengibre pode ajudar a aliviar a dor muscular induzida pelo exercício, diz Collingwood, possivelmente devido a seus compostos anti-inflamatórios. Um estudo de 2015, publicado no jornal científico Phytotherapy Research, descobriu que pessoas que tomaram um suplemento composto por quatro gramas de gengibre, durante cinco dias, tiveram uma redução na dor muscular após sessões de exercícios intensos em comparação com aqueles que tomaram placebo. Segundo os pesquisadores, as descobertas sugerem que essa raiz pode ajudar na recuperação muscular após atividades intensas.

2. Diminuição do risco de doença cardíaca

Um estudo de 2017 publicado na revista Nutrition descobriu que adicionar quatro gramas (uma a duas colheres de chá) de gengibre à dieta pode reduzir o risco de pressão alta em 8% e doença coronariana em 13%. Os pesquisadores acreditam que o gengibre age como uma espécie de inibidor da enzima de conversão da angiotensina (ECA), o que favorece a redução da pressão arterial. Além disso, o tempero também é rico em polifenóis, um tipo de antioxidante que possui propriedades protetoras do coração.

3. Gengibre ajuda a evitar a obesidade

Dados do Ministério da Saúde mostram que a obesidade afeta 18,9% dos brasileiros. Esta condição que pode aumentar o risco de doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e de outros problemas de saúde. Embora não seja uma “pílula mágica” para emagrecer, um estudo de 2017 afirma que o gengibre pode evitar o ganho de peso suprimindo a fome e aumentando a queima de calorias – ele tem ação termogênica.

4. Auxilia na prevenção do diabetes

Como a obesidade, o diabetes tipo 2 também está em alta: pasou de 5,5% da população brasileira em 2006, para 8,9% em 2016, conforme o Ministério da Saúde. De acordo com um estudo de 2017 publicado nos Anais da Academia de Ciências de Nova Iorque (EUA), o gengibre pode melhorar a sensibilidade à insulina, o que ajuda a afastar o pré-diabetes e a manter os níveis de açúcar no sangue.

5. Gengibre pode aliviar a dor menstrual

Especialistas acreditam que mais da metade das mulheres apresentam dor por um ou dois dias durante o período menstrual, o que caracteriza a dismenorreia. Mas, o consumo de 250 mg de gengibre em pó pode ser uma ótima saída. Este tratamento foi tão eficaz no alívio da dismenorreia como o medicamento ibuprofeno, de acordo com um estudo publicado em 2009 no periódico Journal of Alternative and Complementary Medicine.

 

https://www.revistaencontro.com.br/


Similar Posts

Topo