Campeão olímpico da Alemanha que tem diabetes, emagrece 45kg e faz sucesso como cantor

Matthias Steiner chora após conquistar o ouro

Quando subiu à plataforma de Pequim para sua última tentativa, Matthias Steiner suava. Com os braços, tentou limpar o rosto antes de soltar o ar de uma vez só, quase num assobio. Àquela altura, tinha o bronze à espera na categoria acima dos 105kg do levantamento de peso. Mas não era o suficiente. Um ano antes, Matthias havia feito uma promessa e precisava cumpri-la. Em uma das cenas mais emocionantes daqueles Jogos, o austríaco naturalizado alemão suportou 258kg, dez a mais de sua melhor marca até então. Ao soltar todo aquele peso, caiu e chorou. O ouro prometido à mulher, Susann Steiner, falecida num acidente de carro, estava garantido.

 

No vídeo, Matthias surge desfocado até ganhar definição. Aparece com 45kg a menos, vestido em uma jaqueta de couro, enquanto os primeiros acordes de seu primeiro single tocam ao fundo. Desde aquela medalha de ouro, a vida inteira de Matthias mudou: conheceu sua nova esposa, largou o esporte, emagreceu e foi alçado a celebridade na edição alemã do Dança com Famosos. Em abril, lançou um CD com músicas autorais e deu início à nova carreira de cantor (confira o clipe do single “Zurückgeliebt”).

Nascido na Áustria, Matthias cresceu com o sonho de ganhar a vida nos gramados. Mas aos poucos percebeu que não levava muito jeito para a coisa. “Como todo menino, comecei no futebol. Depois de um tempo, percebi que não era um jogador de grupo. Então, aos 12, quis fazer o mesmo esporte que meu pai fazia”, disse, em contato com o GloboEsporte.com. O pai, que chegou a disputar algumas competições de levantamento de peso no passado, não apoiou. Não viu muito futuro para o filho no esporte. A mãe, porém, comprou os primeiros equipamentos, ajudou nos treinos no quintal de casa e levou o filho para as primeiras competições. Com o tempo, Matthias passou a ganhar algumas medalhas e não demorou a se transformar em um dos melhores de seu país. Tanto que chegou à Olímpiada de Atenas, em 2004.

Problemas burocráticos, porém, fizeram Matthias buscar a nacionalidade alemã. Casou-se com Susann, conseguiu os novos documentos e tentou a vaga para disputar a Olimpíada de Pequim pelo novo país. No caminho, porém, a tragédia. Ao perder a mulher em um acidente de carro, o atleta viu seu mundo desmoronar a pouco menos de um ano dos Jogos. Aos poucos, porém, recuperou a força e prometeu voltar da China com o ouro no peito.

– Foi um ano antes da Olimpíada. Eu não tive nenhuma competição internacional por dois anos, porque havia me mudado da Áustria para a Alemanha e estava esperando pela minha cidadania alemã. Depois do acidente da minha mulher, eu senti que minha vida havia terminado também. Mas, depois de três semanas e com dez quilos a menos, Frank Mantek, chefe da delegação da Alemanha, veio para mim e disse: “Você pode. Diga sim ou não. Mas você precisa decidir agora se quer começar a se preparar para a Olimpíada. Porque temos menos de um ano, menos de um ano para trabalhar por uma medalha”. E eu disse para mim mesmo: “Você não pode mudar as coisas que aconteceram, então comece a seguir em frente”. Aquilo me ajudou a retomar o foco no levantamento de peso novamente – disse.

Matthias não era um dos favoritos em Pequim. Ainda assim, chegou à reta final da disputa com chances de buscar o ouro – havia completado as tentativas a 198kg e 203kg, mas falhado nos 207kg. Não era fácil. No aquecimento, tentou levantar 235kg. Não conseguiu. Seu técnico chegou e avisou que teria de tentar levantar 246kg se quisesse uma medalha. Colocou dois quilos a mais e, depois de falhar na primeira tentativa, conseguiu na segunda. Logo depois, porém, o russo Evgeny Chigishev levantou 250kg, somando nove a mais que o alemão no total. Era preciso arriscar. Matthias teria de levantar 258kg, marca que jamais havia conseguido levantar antes. Para surpresa de todos, conseguiu. O vídeo do momento foi retransmitido para todos os cantos do mundo à época por conta da reação emocionada do atleta.

– Era uma promessa grande, porque ela (Susann) queria estar comigo em Pequim. Eu me coloquei sob muita pressão, porque fiz a promessa e queria mantê-la. Mas foi uma pressão positiva. Na vida, você só tem duas ou três chances, talvez apenas uma chance, e você precisa aproveitar.

Matthias Steiner no Dança dos Famosos (Foto: Andreas Rentz/Staff/Getty Images)
Matthias Steiner no Dança dos Famosos

O ouro fez com que Matthias fosse reconhecido em toda a Alemanha. Ainda disputou os Jogos de Londres 2012, sem o mesmo sucesso. Com o título de homem mais forte do mundo à época, decidiu parar. Diagnosticado com diabetes aos 18 anos, quis retomar a forma física da juventude e emagreceu 45kg. Fora das competições, passou a frequentar programas de TV e fez sucesso com seu desempenho no Dança com Famosos.

– Eu me aposentei porque alcancei tudo o que queria no levantamento de peso. Fui a três Olimpíadas, era o homem mais forte do mundo e campeão europeu e mundial. Então, tudo estava muito bem. Eu disse para mim mesmo que iria perder 40kg e voltar à minha velha forma. Porque eu não precisava mais ter aquele corpo, era apenas para o esporte. Na vida privada, não era saudável a um longo prazo.

Àquela altura, ele já havia se apaixonado pela jornalista Inge Posmyk, com quem se casou e teve dois filhos. Foi ela também que incentivou Matthias a seguir carreira em um mundo completamente diferente.

Matthias Steiner começou a carreira como cantor (Foto: Sascha Steinbach/Stringer/Getty Images)
Matthias Steiner começou a carreira como cantor

– Eu gosto de cantar desde que era garoto. Eu aprendi a tocar gaita e piano. Mas, quando comecei minha carreira no levantamento de peso, precisei parar com a música porque o treino era muito intenso. Mas eu cantava para todos os meus amigos o tempo inteiro. E eles não ficavam muito felizes porque eu realmente cantava o tempo inteiro. Nos últimos três anos, eu cantei em alguns programas na TV alemã e, depois disso, alguns produtores me ligaram para que eu gravasse um disco. São muitas músicas diferentes. Tenho até duas músicas sobre esporte. É uma mistura de estilos. Todas as canções são em alemão, mas eu espero que os brasileiros gostem do ritmo também.

A música escolhida para tocar nas rádios locais traduz um pouco da história de Matthias. “Zurückgeliebt”, em uma tradução livre, significa “amado de volta”. A música é uma homenagem a Inge, sua atual esposa, que deu um novo significado à vida do campeão olímpico.

– Ela foi a pessoa que me trouxe de volta à vida, que me devolveu meu sorriso, minha felicidade e que me deu dois meninos incríveis. É por isso que a amo tanto.

 

http://globoesporte.globo.com/


Similar Posts

Deixe uma resposta

Topo