Estudo diz que não há benefício à longo prazo no uso da Metformina como adjuvante ao tratamento da Diabetes tipo 1

A terapia adjuvante com metformina não proporcionou benefícios a longo prazo para pacientes com diabetes tipo 1.

Apesar de fornecer pequenas reduções de curto prazo no índice de massa corporal (IMC) e na dose de insulina, a metformina como adjuvante da terapia intensiva com insulina não conseguiu produzir benefícios à longo prazo em pacientes com diabetes tipo 1, concluíram descobertas recentes.

Um estudo retrospectivo de 10 anos incluiu 2 grupos de amostras com diabetes tipo 1: o grupo 1 recebeu como adjuvante a metformina durante ≥6 meses (n = 186) e o grupo 2 recusou a metformina (n = 25) ou aderiu à terapia por menos de 6 meses = 37). Os 2 grupos tiveram seus IMCs, níveis de hemoglobina A1c (HbA1c) e doses diárias de insulina registradas anualmente.

Como referência para comparação de linha de base, os pesquisadores usaram um terceiro grupo transversal de 961 pacientes com diabetes tipo 1 que não receberam adjuvante metformina.

Os dados de linha de base indicaram que o IMC foi significativamente mais elevado e a dose de insulina mais baixa para os pacientes no grupo 1; Os níveis de HbA1c não diferiram significativamente.

Durante os primeiros anos de tratamento com metformina, os pacientes no grupo 1 experimentaram uma diminuição pequena, mas não significativa, do IMC e da dose de insulina. No entanto, no ano 10, não foram relatados efeitos no IMC, na dose de insulina ou nos níveis de HbA1c.

Segundo os pesquisadores, as limitações do estudo incluíram a heterogeneidade dos grupos 1 e 2 no início; a falta de registro durante o acompanhamento sobre o uso de medicação concomitante, doença intercorrente, atividade esportiva, ou contato com nutricionista; E a ausência de avaliação do ponto final.

“Concluímos que a metformina não está associada a efeitos benéficos à longo prazo sobre o IMC, HbA1C ou dose de insulina diária quando adicionada como terapia adjuvante à terapia intensiva com insulina em pacientes [com diabetes tipo 1]”, escreveram os pesquisadores.
Referência:

 

http://www.endocrinologyadvisor.com/


Similar Posts

Topo