Assistir à TV por muito tempo pode aumentar riscos de diabetes infantil

Tempo em frente a telas alterou os níveis de glicose no sangue, a pressão arterial e a resistência à insulina

Crianças que passam mais de três horas por dia diante da TV ou de um computador podem ter mais risco de desenvolver diabetes, segundo estudo divulgado esta semana por pesquisadores da Universidade de Londres.

O aumento dos níveis de gordura corporal e a resistência à insulina em crianças teriam relação com períodos prolongados em frente a uma tela

Os fatores de risco do diabetes foram medidos em 4.495 crianças de nove e dez anos de escolas primárias de Londres, Birmingham e Leicester, no Reino Unido.

As crianças que disseram que passam a maior parte do tempo assistindo TV ou usando dispositivos eletrônicos foram mais propensas a apresentar os fatores para a doença.

“Nosso estudo sugere que a redução do tempo em frente a telas pode ser benéfico na redução de fatores de risco do diabetes tipo 2 em meninos e meninas em diferentes grupos étnicas e de idade precoce”, escreveram os pesquisadores na edição desta semana da revista “Archives of Disease in Childhood”.

De acordo com os cientistas, o levantamento tem “interesse potencial considerável na saúde pública”.

“Isso é particularmente relevante, dado o aumento dos níveis de diabetes tipo 2, o surgimento precoce do risco da doença e as tendências recentes de que as atividades relacionadas ao tempo em frente à tela estão aumentando na infância, o que pode alterar padrões de comportamento em outros estágios na vida”.

O número total de prescrições dadas para tratar o diabetes tipo 2, uma doença associada à obesidade e estilo de vida, aumentou em quase 35% em quatro anos no Reino Unido. Com base nas tendências atuais, 5 milhões de britânicos serão portadores da doença até 2020, cinco anos antes do que se pensava.

Os pesquisadores disseram que a ligação entre os fatores de risco do diabetes e o tempo em frente a telas foi observada mesmo quando eram levados em conservação outros fatores influentes, como renda familiar, níveis de atividade física e estágio da puberdade.

 

http://oglobo.globo.com/


Similar Posts

Deixe uma resposta

Topo