Magro, mas sedentário: Risco de pré-diabetes pode aumentar

Um novo estudo revela que a inatividade está associada a um maior risco de pré-diabetes, mesmo para adultos com peso saudável.

Pesquisadores da Universidade da Flórida disseram que a descoberta pode ajudar a explicar por que até um terço dos adultos americanos têm pré-diabetes – nível elevado de açúcar no sangue, mas não diabetes.

“Descobrimos que muitas pessoas que consideramos estar com peso saudável – não estão com sobrepeso ou obesas – não são metabolicamente saudáveis”, disse o pesquisador principal Arch Mainous III. Ele é presidente de pesquisa, gestão e política de serviços de saúde na Faculdade de Saúde Pública e Profissões de Saúde da universidade.

Mainous e seus colegas analisaram dados de mais de 1.000 pessoas, com 20 anos ou mais, na Inglaterra. Todos tinham um peso saudável e nenhum diagnóstico de diabetes. Aqueles com um estilo de vida inativo eram mais prováveis ​​do que aqueles ativos de ter um nível de açúcar de sangue cerca de 100 mg/dL ou acima, que a associação americana do Diabetes considera pré-diabetes.

Cerca de um quarto de todas as pessoas inativas e mais de 40 por cento das pessoas inativas com 45 anos ou mais velhas preencheram os critérios para pré-diabetes ou diabetes, de acordo com o estudo.

O estudo não estabelece uma relação direta de causa e efeito. Ainda assim, essas pessoas inativas podem ter “obesidade de peso normal insalubre ou gordura magra”, uma alta proporção de gordura para uma massa muscular magra, disseram os pesquisadores.

“Nossas descobertas sugerem que o estilo de vida sedentário é negligenciado quando pensamos em termos de peso saudável. Não devemos nos concentrar apenas na ingestão de calorias, peso ou índice de massa corporal (IMC) à custa da atividade”, disse Mainous em um comunicado de imprensa da universidade.

Pelo fato da pré-diabetes aumentar o risco de diabetes e outros problemas de saúde, o estudo acrescenta à crescente evidência de que a inatividade representa um risco para a saúde, explicaram os pesquisadores.

“Não se concentre apenas na escala para pensar que você está bem. Se você tem um estilo de vida sedentário, certifique-se de se levantar e começar a se mover”, disse Mainous.

Os resultados do estudo foram publicados online no dia 19 de janeiro no American Journal of Preventive Medicine.

 

http://www.newswest9.com/


Similar Posts

Topo