Diabetes e o risco de neuropatia periférica

Pergunta: Eu fui diagnosticado com diabetes há alguns meses, e eu estou preocupado com neuropatia periférica em meus pés. Existe alguma coisa que eu possa fazer para evitar isso?

Resposta: A neuropatia periférica é um problema comum que pode ocorrer como consequência da diabetes. Mas não é inevitável. Para ajudar a prevenir a neuropatia periférica, siga atentamente as instruções de seu médico para controlar a sua diabetes e fazer escolhas de estilo de vida saudáveis.

A neuropatia periférica ocorre quando os nervos dos pés ou mãos – os nervos periféricos – ficam danificados. Diabetes pode levar à neuropatia periférica, porque o excesso de açúcar no sangue pode lesar as minúsculas paredes dos vasos sanguíneos, chamados capilares, que fornecem sangue para os nervos. Essa lesão prejudica a capacidade dos capilares de transportar quantidades suficientes de sangue. Sem alimentação adequada, os nervos periféricos perdem a capacidade de funcionar adequadamente.

Embora a neuropatia periférica possa afetar tanto as mãos quanto os pés, para as pessoas com diabetes, é mais comum nos pés. Geralmente envolve uma lenta progressão de dormência, picada ou formigamento nos pés que podem então se espalhar para as pernas. Algumas pessoas com neuropatia periférica também sentem uma dor aguda, pulsante, latejante, congelamento ou queimação, e seus pés podem ficar extremamente sensíveis ao toque.

A melhor coisa que você pode fazer para ajudar a prevenir a neuropatia periférica é manter o açúcar no sangue sob controle. Monitore regularmente o seu nível de açúcar no sangue e tomar os seus medicamentos para diabetes exatamente como indicado pelo seu médico.

Exercitar regularmente também pode ajudar a controlar o açúcar no sangue e ajudar a prevenir a neuropatia periférica. Tente fazer da atividade física parte de sua rotina diária. Trinta minutos de exercício moderado, como caminhada rápida, na maioria dos dias da semana é recomendado.

Uma combinação de exercícios – exercícios aeróbicos, como caminhar, andar de bicicleta ou nadar na maioria dos dias, combinado com um treinamento de resistência, como musculação ou ioga duas vezes por semana – muitas vezes ajuda a controlar o açúcar no sangue mais eficazmente do que qualquer tipo de exercício sozinho.

Uma dieta saudável também é importante. Coma uma abundância de frutas, vegetais, grãos integrais e leguminosas a cada dia, e limite a quantidade de alimentos que você come que contém gordura saturada. Se você tiver dúvidas sobre sua dieta, converse com seu médico ou considere se reunir com um nutricionista especializado que trabalha com pessoas que tem diabetes.

Exercício e dieta também podem ajudar se você precisa perder peso. Se você está com sobrepeso, chegar a ficar em um peso saudável pode diminuir significativamente o açúcar no sangue, reduzindo assim o risco de neuropatia periférica.

Se você fuma, pare. Fumar pode afetar a circulação sanguínea e aumentar o risco de desenvolver neuropatia periférica. Se você está tendo problemas em parar sozinho, pergunte ao seu médico sobre as opções de cessação do tabagismo, incluindo medicamentos para ajudá-lo a parar de fumar.

Pelo fato da neuropatia periférica às vezes começar lentamente apenas com dormência nos pés, é importante que você esteja vigilante sobre os cuidados com os pés. Verifique seus pés diariamente para quaisquer cortes ou outras lesões. Se não for controlada, uma pequena lesão pode se transformar em uma grande infecção. Para evitar danos nos pés, tenha cuidado ao cortar as unhas dos pés, use sapatos que se encaixem corretamente e não ande descalço.

Se você notar algum ferimento no pé ou feridas em seus pés que não querem curar, faça uma consulta com seu médico para verificar isso o mais rápido possível. Além disso, fale com seu médico imediatamente se você notar qualquer dor ou dormência no pé. O diagnóstico precoce e o tratamento da neuropatia periférica oferecem uma melhor chance de controlar seus sintomas e prevenir mais danos aos nervos.

 

http://www.swtimes.com/


Similar Posts

Topo