Não consegue perder peso? Conheça alguns problemas que podem atrapalhar esse plano

tentando-perder-peso

Dietas e treinos parecem não bastar para que alguns pacientes façam as pazes com a balança. Em certos casos, isso pode ser um alerta de que algo está errado com a sua saúde. Isso porque alguns problemas podem estar ligados a essa dificuldade. Por isso, a médica clínica endocrinologista e metabologista na cidade de São Paulo, Dra. Cassandra Pauperio Lopes, explica quais são algumas das causas que podem atrapalhar o emagrecimento:

Síndrome dos ovários policísticos – Essa doença endocrinológica, caracterizada pelo aumento de hormônios masculinos, pode desencadear o aumento de peso devido ao excesso de insulina no sangue, que favorece o estoque de calorias e atrapalha a queima de gordura.

Hipotireoidismo – A tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço, que produz hormônios tireoidianos. O hipotireoidismo é uma doença na qual há diminuição desses níveis hormonais, que podem prejudicar o metabolismo e favorecer o aumento de peso.

Uso de remédios que engordam – Antidepressivos, antipsicóticos, corticoides e pílula anticoncepcional podem contribuir para o ganho de peso. Neste caso o indicado é conversar com um especialista sobre a possibilidade de trocar a medicação.

Síndrome de Cushing – É uma doença causada pela alta concentração de cortisol no organismo. Este hormônio é produzido pela glândula suprarrenal e pode estar relacionada ao armazenamento de gordura e a perda de massa muscular.

Privação de sono – Não dormir adequadamente também influencia na perda de peso. Isso porque a carência de sono pode modificar os níveis hormonais que afetam o apetite, a energia e o metabolismo. Níveis alterados de leptina podem aumentar a sensação de fome e de grelina, que pode diminuir a sensação de saciedade mesmo quando a pessoa está alimentada.

Diabetes – Diabéticos que fazem tratamento com insulina podem ter dificuldades para perder peso. Isso porque esse hormônio estimula a formação e o estoque de gordura no organismo. Nesse caso vale a pena conversar com um especialista sobre a adoção de atividades físicas e uma dieta específica para quem tem a doença. Assim, você pode conseguir atingir o peso ideal.

Menopausa – Com a diminuição dos níveis de estrogênio, comum nesta fase da mulher, ocorre um maior acúmulo de gordura no abdômen. Já a diminuição do metabolismo se deve devido a perda de massa muscular que começa desde os 30 anos.

“Apesar de haver fatores genéticos e hormonais envolvidos no ganho de peso, é importante levar em conta o que se come, a energia que se gasta e quanto se está disposto a modificar os hábitos para controlar o peso. Para saber se está acontecendo algo de errado com o seu organismo, o ideal é procurar a opinião de um especialista para que sejam feitos os exames laboratoriais adequados e uma avaliação para investigar a dificuldade de emagrecer”, finalizar a especialista

 

Dra. Cassandra Pauperio é endocrinologista e metabologista de São Paulo, atende no consultório particular no bairro de Moema. Possui formação de medicina pela Universidade Federal do Amazonas, com residência em clínica médica e endocrinologia e metabologia ambas pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. Além de curso de nutrologia clínica pela Associação Brasileira de Nutrologia. facebook/dra.cassandralopespauperio

 

http://www.jb.com.br/


Similar Posts

Topo