Estudo analisa nova tecnologia HDV para mudar o tratamento da diabetes tipo 1

ISLE-1 estudo que investigou a tecnologia HDV como um jogo de mudança de tratamento do diabetes
O estudo ISLE-1 investiga a tecnologia HDV como uma mudança para o tratamento da diabetes

Começa com a dosagem de pacientes um novo estudo, conhecido como ISLE-1 (Insulina Fígado Effect-1), que irá investigar um aditivo ainda a ser disponibilizado comercialmente em terapias de insulina.

Este é um estuo promissor, uma nova área de pesquisa que poderá ajudar a reduzir tanto a hipoglicemia quanto a hiperglicemia, que são ambas as preocupações comuns para as pessoas que tomam insulina.

O estudo está a sendo conduzido na cidade de Ohio pela Diasome Pharmaceuticals, que se concentra no desenvolvimento de novos hepatócitos do fígado com foco nos sistemas injetáveis da insulino-terapia.

Os hepatócitos são as células de funcionamento primário no fígado e estão associados com várias funções metabólicas, como o armazenamento de proteínas.

O que é terapia HDV?

O estudo ISLE-1 irá avaliar se a tecnologia Hepatocyte Directed Vesicle  (HDV) pode melhorar o tratamento da diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2.

HDV contém moléculas que têm como alvo os hepatócitos do fígado. Estas moléculas podem ser adicionadas às moléculas de insulina, sem alterar a estrutura da insulina, e o desenvolvimento do HDV significa que ele pode ser adicionado aos frascos de insulina pelos farmacêuticos e pacientes numa base de uma vez por frasco.

Testes em humanos têm mostrado que HDV reduz significativamente os níveis de glicose pós-refeição em comparação com terapias que usam quantidades idênticas com insulina comercial.

O estudo ISLE-1

O estudo ISLE-1, um estudo clínico de fase IIb, vai avaliar o sistema HDV como um aditivo para a injeção de insulina pré-refeição.

Até 200 participantes com diabetes tipo 1 devem ser inscritos por um período de seis meses em que serão randomizados para a terapia HDV, mais uma insulina líder de venda comercial pré-refeição ou tratamento normal com outra insulina sem HDV.

As variedades de resultados da diabetes serão avaliados, incluindo o controle global de glicose no sangue, sendo que a dosagem dos paciente já teve início.

“O início deste estudo randomizado representa um marco importante para a Diasome e para os pacientes com diabetes tipo 1”, disse W. Blair Geho, MD, PhD, diretor científico da Diasome Pharmaceuticals.

“O objetivo do estudo ISLE-1 é demonstrar que as pessoas com diabetes tipo 1 podem conseguir um melhor e mais seguro controle da glucose quando uma porção da insulina injetada é capaz de imitar a ação normal da insulina produzida pelo pâncreas durante uma refeição”.

“Devido ao fundamental e rotineiro papel da insulina no fígado em manter o controle glicêmico normal, a capacidade em se utilizar um sofisticado e moderno sistema atuando sobre as células do fígado como um aditivo para insulinas já aprovadas poderia fazer com que a insulina necessitada pelos pacientes proporcionasse uma melhor gestão global da glicose”.

 

http://www.diabetes.co.uk/


Similar Posts

Deixe uma resposta

Topo