Curta metragem será focado na diabetes tipo 1

screen-shot

A diabetes do tipo 1 está ganhando perspectiva cinematográfica neste verão através da produção de um curta-metragem de Rick Hansberry de nome, “Não é para sempre”.

O filme será rodado ao longo de um período de três dias a partir de 18 de julho. Vários locais do Condado de York, no Reino Unido, serão apresentados na produção, incluindo o White Rose Bar and Grill e o estúdio de tatuagem West Side.

Hansberry, um roteirista de Lancaster County, criou um total de 15 curtas-metragens durante sua carreira. Entre seus sucessos cinematográficos, “Branches” (Ramos) continua a ser o curta-metragem que Hansberry diz ter recebido mais notoriedade.

Rick-Hansberry
Rick Hansberry irá produzir e dirigir o curta-metragem

Hansberry disse que gosta de escolher histórias que fazem algum efeito sobre as pessoas.

“Estou sempre tentando tocar uma audiência para inspirar, pensar e se sentir motivado. Gosto de criar mensagens que se relacionam com os outros longas depois que eu partir “, disse ele.

A trama de “Não é para sempre” é baseado na história verdadeira de Corrine Sharnetzka, de Fawn Grove, que foi diagnosticado com diabetes tipo 1 aos 8 anos de idade. Corrine, agora com 13 anos, e Hansberry são amigos de família de longa data, e sua atitude esperançosa sobre a possibilidade de uma cura tornou-se a inspiração de Hansberry para o longa-metragem.

“Eu fiquei realmente animada quando eu descobri sobre o filme que está sendo feito, mas também um pouco nervosa porque nunca estive em um filme antes”, disse Corrine. “No geral, deverá ser uma boa experiência”.

Apesar das dificuldades de sua doença, que requer injeções diárias e picadas no dedo para testar os níveis de açúcar no sangue, Corrine permanece ativa e jogando futebol. Ela irá desempenhar um papel no filme de Hansberry juntamente com oito outros membros do elenco.

Uma leitura de mesa, que é essencialmente um passada rápida sobre o roteiro de filme com o elenco, foi realizada no dia 27 de junho no Centro Profissional CGA para permitir ao elenco conhecer e descobrir a logística de produção.

Robert Mott da York College servirá como produtor e diretor de fotografia do filme. O cantor e compositor nascido em Lancaster, Ashley Kauffman, irá adicionar uma trilha sonora, acompanhando o filme com sua mais nova canção, “Não se perca”.

A produção do filme é um esforço de colaboração entre o produtor e diretor Hansberry e uma organização local sem fins lucrativos de nome “Seja um doador” que promove a consciência pública sobre a diabetes tipo 1.

O filme irá servir como um veículo para fornecer ao público informações sobre diabetes tipo 1 e está prevista para competir em futuros festivais de cinema. Depois que o filme passar pela fase de produção, ele estará disponível para o público em DVD.

 

http://www.yorkdispatch.com/


Similar Posts

Topo