Dieta Paleo pode reduzir risco de diabetes e doença cardíaca, diz novo estudo

dieta-paleo3
Uma dieta de inspiração Paleo pode reduzir significativamente o risco de diabetes e doença cardiovascular em mulheres pós-menopáusicas, obesas, de acordo com nova pesquisa.

Pessoas obesas e mulheres na pós-menopausa podem se beneficiar muito de seguirem uma dieta do tipo paleolítica, disseram pesquisadores do The Endocrine Society.

De acordo com um estudo, previsto para ser apresentado no próximo domingo durante a reunião anual da Sociedade de Endocrinologia, em Boston, a dieta está associada com a perda de peso, melhor circulação de ácidos graxos e redução do risco de diabetes e doença cardiovascular.

“Comer uma dieta do tipo paleolítica sem restrição calórica melhorou significativamente o perfil de ácidos graxos associados com a sensibilidade à insulina e reduziu a adiposidade abdominal e peso corporal em mulheres pós-menopáusicas com obesidade”, disse o autor principal do estudo, Caroline Blomquist do Departamento de Saúde Pública e Medicina Clínica da Universidade de Umea, na Suécia, em um comunicado.

A dieta paleolítica, muitas vezes chamada de dieta Paleo, baseia-se nos tipos de alimentos que se assume terem sido consumidos por seres humanos pré-históricos. Ela inclui carne, peixe, legumes e frutas e exclui os produtos lácteos, produtos de grãos e alimentos processados.

“A dieta paleolítica que é rica em ácidos gordos poli-insaturados, pode ter efeitos benéficos no longo prazo sobre desordens relacionadas com a obesidade, incluindo redução do risco de diabetes e doenças cardiovasculares”, disse Blomquist.

As conclusões de Blomquist foram tiradas à partir de um estudo de dois anos com 70 mulheres na pós-menopausa obesas e com níveis normais de glicemia de jejum. Depois de serem divididas em dois grupos, um dos quais seguiu uma dieta Paleolítica, os pesquisadores verificaram que o grupo que se restringiu a esta dieta diminuiu significativamente o consumo de ácidos graxos associados à resistência à insulina.

O grupo da dieta Paleolítica também apresentou uma perda notável de peso corporal e menos obesidade abdominal.

“Distúrbios relacionados com a obesidade atingiram proporções de pandemia com carga econômica significativa em uma escala global. É de interesse vital  encontrar métodos eficazes para melhorar o equilíbrio metabólico”, disse Blomquist.

 

http://www.upi.com/


Similar Posts

Topo