Fique em forma com a ajuda de alguns truques psicológicos

comedida

Nem só de exercícios ou de se privar de seus alimentos favoritos. Dá para entrar em forma usando também conceitos da psicologia. Pelo menos é o que afirma Brian Wansink, pesquisador da Universidade de Cornell, que estuda como comemos e é autor de dois livros sobre o assunto. Ele foi nomeado pela Casa Branca para liderar as diretrizes da dieta americana.

O princípio de tudo está porque nós comemos por muitas razões – mas não geralmente por causa da fome:

“Somos escravos de contexto. Nós comemos porque os amigos estão por aí, porque algo é gratuito, porque está ao alcance, porque as coisas são saborosas, etc”.

Mas, segundo o pesquisador, isso pode ser uma coisa boa. “Ao manipular nosso ambiente, podemos deixar de consumir 3 mil calorias (ou mais), mesmo sem perceber”.

Abaixo, as dicas dele, publicadas pela revista “Time”, para quem quer conseguir isso:

1) Altere o que está visível

Você não tem que jogar toda comida saborosa no lixo. Mas você tem que ter certeza que não está sendo tentado por ela todo o dia.

“Fora da vista é fora da mente. Se o prato de doces está na sua mesa, você tem que fazer uma decisão heróica para resistir”.

Em serviços de buffet, por exemplo, Brian verificou que pessoas magras eram mais propensas a se sentar de costas para a comida, enquanto os mais gordinhos eram 3 vezes mais propensas a se sentar olhando para ela”.

Assim, esconda o refrigerante e deixa frutas por perto.

2) Mude o que é alcançável

Quer começar a perder peso facilmente? Use pratos menores e certifique-se de levar tempo até chegar às panelas. Deixar as travessas fora da mesa reduziram pode reduzir em 29% o quanto de comida as pessoas comem.

Assim, faça uma prato, deixe o resto na cozinha e se force a caminhar caso queira mais.

3) Planeje com antecedência

As pessoas magras no buffet olham para tudo, fazem um plano e depois pegam a comida. E também fazer compras quando se está com fome, não é uma boa estratégia. Isso porque não é vamos comprar mais, mas vamos comprar mais porcarias, comidas fáceis para saciar nossos desejos. “Nós não vamos para o brócolis e a tilápia; vamos para os carboidratos em uma caixa ou saco. Nós vamos para bolachas, batatas fritas, cereais, ou doces”.

Qualquer coisa que nos distrai nos leva a comer mais, especialmente a televisão. A regra básica: distrações de todo tipo nos fazem comer, esquecer o quanto nós comemos e prolongar o tempo que passamos comendo mesmo quando não estamos com fome.

Ler os rótulos dos alimentos é um ótimo aliado na perda de peso.

E o traço da personalidade que mais predispõe à obesidade? Ser impulsivo, segundo descobriram pesquisadores da OMS.

4) Vá devagar

As pessoas mais gordas no buffet mastigavam 12 vezes por garfada. As pessoas magras mastigavam uma média de 15 vezes. Assim, comer mais devagar dá tempo para o corpo se sentir satisfeito, o que demora cerca de 20 minutos.

5) Variedade não é o tempero da perda de peso

Tendemos a querer provar de tudo. Dê às pessoas três opções e elas comerão 23% a mais do que se eles só tivessem uma escolha. Brian recomenda não ter mais do que dois itens no seu prato. Você pode comer outras coisas, mas isso vai fazer você se levantar e comer menos.

6) Fique atento aos que comem com você

O quanto você come é fortemente afetado por aqueles em torno de você, mas você raramente percebe isso. Jantar com amigos? Você provavelmente vai comer duas vezes mais. Em média, se você comer uma outra pessoa vai ingerir 35% a mais. Se você comer com um grupo de sete ou mais, você vai comer quase duas vezes mais, e se você fizer uma reserva de uma mesa para quatro, você vai acabar no meio-você comer cerca de 75 por cento mais calorias do que se você reservar uma mesa para um.

 

http://oglobo.globo.com/


Similar Posts

Topo