Insulina inalada é uma nova opção para quem tem diabetes

mankind

Se você tem diabetes, há algo relativamente novo no mercado e que pode ajudá-lo, principalmente, à hora das refeições.

Trata-se de um inalador de insulina chamado Afrezza.

De sua casa em New Richmond, Wisconsin, Trevor Schug que tem 30 anos de idade e é um desenvolvedor de software, nunca teve medo de tentar algo novo.

“Eu gosto de estar na vanguarda da tecnologia”, disse ele.

Então, quando foi diagnosticado com diabetes tipo 1 em fevereiro do ano passado, ele recebeu um monitor contínuo de glicose e uma bomba de insulina para o seu uso diário. Além da insulina de ação lenta, ele também tomava doses extras de insulina rápida a partir de sua bomba na hora das refeições para controlar o açúcar no sangue. Mas este ano, ele começou a usar a insulina inalada, Afrezza, durante as refeições.

Ele disse que o uso da insulina inalada na hora das refeições melhorou seu controle de açúcar no sangue.

“Ela é absorvida muito mais rapidamente na corrente sanguínea. E o outro grande benefício para este tipo de insulina é que ela não permanece no seu corpo por muito tempo”, disse ele.

Schug explicou que quando ele tomava insulina extra através de sua bomba, às vezes ela continuava a atuar por muito tempo depois de uma refeição.

Dr. Mark Stesin, que é um endocrinologista afiliado no Hospital Abbott Northwestern, disse que enquanto a insulina inalada não é para todos, ela é mais uma opção para os pacientes.

Stesin não é médico de Schug, mas ele diz que Afrezza pode funcionar para pacientes selecionados. No entanto, ele disse que a administração ainda não tem muita precisão.

“Atualmente existem algumas doses pré-definidas para o inalador. Quando a pessoa está usando insulina através de injeções com agulhas ou de uma bomba, ela pode ser mais precisa sobre a dosagem”, explicou Stesin.

Mesmo assim, Schug acredita que a insulina inalada torna mais fácil para ele obter uma vida normal.

“Tenho orgulho de dizer que os meus dois últimos exames de sangue trimestrais (A1C) me trouxeram de volta para o intervalo de pessoas não-diabéticas”, disse ele.

 

http://www.kare11.com/


Similar Posts

Topo