Um terço dos pacientes com diabetes não relatam episódios de hipoglicemia noturna à seus médicos

Pessoas com diabetes fazem o que podem para prevenir episódios de hipoglicemias noturnas. Até mesmo usar aparelhos de eficácia duvidosa para sua detecção.

Uma pesquisa da Novo Nordisk concluiu que 50 por cento das pessoas com diabetes sofrem de hipoglicemia noturna, enquanto um terço dessas pessoas não tenha relatado isso para seu médico.

Os resultados desta pesquisa são divulgados enquanto ocorre a Semana de Conscientização Hypo (05-11 outubro), que salienta anualmente uma maior consciência dos sintomas da hipoglicemia aos profissionais de saúde e comunicação entre pacientes e médicos.

Novo Nordisk, o parceiro oficial para a consciência do Hypo Week, lançou a campanha de sensibilização TALK Hipoglicemia paralelamente à pesquisa. A campanha, apoiada pelo Diabetes UK, incentiva as pessoas que sofrem de hipoglicemia a falar sobre isso com o seu médico ou enfermeiro.

Novo Nordisk lançou recentemente a sua insulina de ação lenta Tresiba (degludec insulina), que foi mostrada para reduzir os casos de hipoglicemia noturna.

Hipoglicemia noturna

500 pessoas com tipo 1 e diabetes tipo 2 foram pesquisadas ​​pela Novo Nordisk – dois terços das quais havia experimentado um episódio de hipoglicemia noturna no mês anterior à pesquisa.

Hipoglicemias noturnas provocam um impacto significativo na vida das pessoas:

  • 21 por cento relatou que faltava ao trabalho
  • 12 por cento sofreu uma perda de produtividade.
  • 13 por cento experimentou um desejo reduzido para se socializar, e
  • 12 por cento perdeu disposição para fazer exercício.
  • 14 por cento relatou ter-se ferido fisicamente durante o episódio de hipoglicemia noturna, e
  • 25 por cento ficou com medo de ficar sozinha após sofrer hipoglicemia noturna.

Preocupações foram também levantadas pelo fato de um terço dos participantes não relatar hipoglicemias noturnas ao seu médico ou enfermeiro, apesar dos problemas que isso lhe causou.

Anthony Barnett, Professor Emérito de Medicina da Universidade de Birmingham disse: “É preocupante que alguns pacientes não estejam relatando suas hipoglicemias noturnas ao seu médico ou cuidador, dado o impacto deste episódio sobre sua saúde à longo prazo e seu estilo de vida”.

As pessoas com diabetes que estão experimentando tanto a hipoglicemia diurna ou noturna são encorajadas a falar com o seu médico ou cuidador para garantir que eles estão sendo devidamente monitorados.

“Se você está lutando com hipoglicemia noturna, ou sua consciência hipo em geral, então você pode melhorar seu controle do diabetes com o Programa de Conscientização Hypo, um programa aberto a todos.

75 por cento relatou que sua compreensão da consciência hipo melhorou após o curso, que se concentra em melhorar o seu conhecimento sobre os sintomas hipo.

O Programa de Conscientização Hypo leva 30 segundos para se inscrever e pode ser concluído em seu próprio ritmo.

Ele também pode resultar em menos casos de hipoglicemia grave entre as pessoas com diabetes.

http://www.diabetes.co.uk/

PS do Editor TiaBeth:

Quem souber inglês e quiser participar deste Programa de Conscientização Hypo, basta clicar aqui.


Similar Posts

Topo