Dieta líquida pode reverter o diabetes do tipo 2 e livrar paciente de medicamentos

O Imperial College London está avaliando os benefícios de uma dieta de baixa caloria em doentes com diabetes de longa duração tipo 2
O Imperial College London está avaliando os benefícios de uma dieta de baixa caloria em doentes com diabetes de longa duração tipo 2

Pesquisadores estão observando se uma dieta líquida de baixa caloria pode reverter o diabetes tipo 2 ou reduzir a necessidade de insulina.

Pesquisas anteriores já haviam concluído que dietas de muito baixas calorias podem, potencialmente, reverter a diabetes tipo 2 em pessoas recém-diagnosticadas com esta condição (definido como sendo diagnosticadas dentro de até quatro anos anteriores).

Num estudo anterior, da Universidade de Newcastle, 11 pacientes foram colocados em um período de oito semanas de dieta de baixa caloria de sopas, batidas e vegetais sem amido, como brócolis e espinafre.

Doze semanas após o início, sete dos pacientes tinham níveis normais de açúcar no sangue; os pacientes também perderam uma média de 18 quilos.

Agora, um teste de três meses no Imperial College de Londres está avaliando os benefícios de uma dieta de baixa caloria em 90 pacientes com diabetes à longo prazo do tipo 2 (aqueles que poderiam ter tido a condição há mais de 10 anos) e que estão tomando insulina para tratar isto.

Eles vão seguir um dos dois regimes: metade terá sopas e shakes, seguida pela reintrodução gradual dos alimentos.

Eles terão apenas 800 calorias por dia (a ingestão diária de calorias recomendada é de 2.000 para mulheres e 2.500 para os homens). Os outros 45 pacientes vai ficar com uma dieta de baixa caloria padrão (cerca de 1.700 calorias por dia) e exercício físico regular.

Todos os pacientes serão acompanhados ao longo de um ano e terão seu IMC monitorado a cada mês.

Acredita-se que dietas de baixa caloria fazem com que o corpo queime gordura armazenada em torno do fígado e pâncreas (que produz insulina). Esta gordura faz com que esses órgãos deixem de funcionar corretamente, ou seja, reduzem a produção de insulina fazendo o nível de açúcar no sangue subir.

Mas se o corpo, de repente, tem menos calorias, ele será forçado a queimar essa gordura para obter energia. Como resultado, a função do órgão retorna ao normal.

Adrian Brown, um nutricionista especialista do Imperial College que está coordenando o estudo, diz que os pacientes no estudo usarão calorias líquidas de produtos que irão substituir uma refeição de baixa caloria, especialmente concebidos para garantir que recebam todas as suas necessidades nutricionais.

‘Dietas de baixa caloria pode transformar o tratamento do diabetes e fornecer uma maneira de livrar o paciente de medicamentos para o tratamento e até mesmo reverter a condição”, diz ele.

“Esperamos que este estudo, o maior desse tipo até à data, nos forneça mais uma prova da eficácia desta nova abordagem”.

No entanto, ele adverte que os pacientes não devem tentar usar dietas de baixa caloria, sem consultar o seu médico de família ou equipe médica.

Comentando o estudo, Catherine Collins, principal nutricionista no St. George Hospital de Londres, diz: “Muitas dietas de baixa caloria para a diabetes tipo 2 podem ser úteis para aqueles que lutam com problemas de peso, mas o açúcar no sangue terá de ser monitorado cuidadosamente para evitar que caia a níveis muito baixos”.


http://www.dailymail.co.uk/


Similar Posts

Topo