A verdade sobre glúten, grãos e perda de peso

Voltando ao básico, grãos são trigo, cereais, milho, arroz, centeio, cevada e cuscuz. Eles são encontrados em pães, cereais, massas, biscoitos, pães, bolos, bolachas, biscoitos, doces, milho, batatas fritas de pacote, molho de soja, algumas sopas enlatadas, refeições prontas – comece a ler os ingredientes dos rótulos.

Em primeiro lugar, se você encontrar as versões processadas ​​ou brancas dos alimentos acima, significa que eles passaram por um processo químico de branqueamento, o que naturalmente remove algumas de suas propriedades, como vitaminas e minerais. Mas o que dizer dos grãos integrais? A confusão sobre grãos integrais ser saudáveis vem da insistência do Departamento de Saúde em dizer que eles são essenciais para uma dieta saudável. Estes grãos são um dos poucos alimentos em cujos rótulos é permitido fazer alegações de que são saudáveis, relativos a um risco reduzido de doenças cardíacas e certos tipos de câncer.

Grãos não entraram em nossas dietas até o início da agricultura, cerca de 10.000 anos atrás. O que na escala evolutiva das coisas é muito recente, e os grãos consumidos naquela época tinham a metade do tamanho dos cultivados hoje, resultantes da prática agrícola moderna.

Infelizmente, no entanto, o grande consumo de grãos atual tende a substituir alguns dos mais ricos e nutritivos alimentos disponíveis, tais como ovos, peixe, frutas frescas, legumes, nozes e sementes. Todos nós somos únicos e enquanto alguns podem dizer que se sentem bem se alimentando com os grãos, há um grande corpo de evidências mostrando que muitos de nós não concordam e que os grãos, na verdade, estariam desempenhando um papel em doenças auto-imunes como artrite, diabetes tipo 1, bem como depressão, doenças de pele, dor nas articulações, etc. É predominantemente o glúten, uma proteína encontrada nos grãos, que estaria causando o problema.

colher-graos

E eu mencionei peso? Muitas vezes observo uma perda de peso substancial quando os clientes removem os grãos de sua dieta – eu apenas incentivo isso com um aumento em alimentos de origem vegetal (frutas e legumes). No passado, eu expliquei sobre o açúcar e o seu impacto na gestão de insulina e as implicações que tem para o peso. Bem, grãos agem da mesma maneira. Especialmente se você está comendo as variedades brancas, processadas ​​- eles são convertidos rapidamente em glicose, um nome fantasia para o açúcar, e este açúcar entra na corrente sanguínea fazendo com que a insulina seja produzida, levando o açúcar direto para seus quadris.

Mas há mais do que isso. Glúten e sensibilidade ao trigo, diferentemente das alergias, são predominantes. Sensibilidade a qualquer alimento pode fortemente inibir a perda de peso devido a uma ativação do processo inflamatório através do consumo de uma alimentação a qual seu sistema imunológico pode enxergar como um invasor estranho. O processo inibe a glicose de entrar nas células e, em vez disso, a glicose é convertida diretamente em gordura, gordura visceral, gordura da barriga. E sensibilidades alimentares também podem levar a ânsias – é comum ter ansiedade se os alimentos mantém seu corpo em um estado inflamado.

Este assunto sempre cria conflitos para muitos. Então, só para ficar claro, eu não estou dizendo que as pessoas devem eliminar completamente todos os grãos imediatamente, mas eu as encorajo a experimentar um pouco e monitorar como o seu corpo responde. Se você perceber perda de peso, melhora do humor, pele mais macia, menos inchaço, menos dores, então talvez os grãos não sejam tão ruim assim para você. Mas certamente os grãos processados ​​e grãos de cereais açucarados não podem ter lugar em uma dieta consciente de saúde. Experimente então as versões livres de glúten, tais como milho, trigo ou arroz integral, se você não conseguir comer o prato principal sem este tipo de acompanhamento.

Se você quiser saber se é sensível aos alimentos, você pode fazer um exame de sangue com um profissional de saúde; caso contrário, tente remover o glúten e trigo de sua dieta por duas semanas e verifique os resultados. Idealmente, trabalhe com um terapeuta nutricional qualificado sobre a remoção dos grãos e obtenha ajuda para planos de refeição e substitutos saudáveis.

Amélia Freer – Nutricionista

https://www.yahoo.com/


Similar Posts

Topo