Estudos mostram impacto positivo do extrato de café verde sobre o açúcar no sangue

Foto de MarcusVu.

Extrato de grãos de café verde tem sido objeto de vários estudos de cientistas que analisam seus benefícios potenciais para ajudar àqueles que lutam com diabetes. De acordo com a Clínica Mayo, o diabetes tipo 2 é uma “condição crônica que afeta a forma como o corpo metaboliza o açúcar (glicose). ” O corpo ou resiste aos efeitos da insulina ou não a produz suficientemente.

Alguns estudos realizados tem mostrado um efeito positivo do café sobre o risco de desenvolver diabetes tipo 2. Um estudo, em particular, observou mais de 17.000 homens e mulheres holandesas e mostrou evidências de que o consumo de grandes quantidades de café (sete ou mais xícaras por dia) poderia “substancialmente” reduzir o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Extrato de grãos de café verde, no entanto, é um grão de café que torrado contém um nível mais elevado de um antioxidante conhecido como ácido clorogênico. De acordo com a WebMD, ácido clorogênico em café verde pode proporcionar vários benefícios à saúde relacionados à doenças do coração, diabetes e perda de peso.

O extrato do café verde pode ser encontrado em lojas de produtos naturais.

Em 2014, o Journal of Molecular and Cellular Biochemisty publicou um relatório que analisou os efeitos do ácido clorogênico, cafeína e café em ratos diabéticos. O estudo mostrou que o extrato de grãos de café verde poderia ajudar a prevenir distúrbios cerebrais relacionados com a diabetes. Ele também parecia diminuir a ansiedade e melhorar a memória, melhor do que apenas café ou cafeína sozinha.

Outro estudo realizado em 2007, publicado no Journal of Medical Research Internacional mostrou que o ácido clorogênico enriquecido com café instantâneo tem potencial para reduzir a absorção de glicose em pessoas obesas.

Da mesma forma, um estudo de 2014 publicado online no Journal of Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine encontrou indícios de que extrato de grãos de café verde pode ajudar a melhorar a resistência à insulina em ratos. Neste estudo, os especialistas utilizaram extrato de grãos de café verde preparado a partir de grãos de café descafeinado e não torrados”, tornando-se uma nova fonte de ácido clorogênico e eliminando os possíveis efeitos colaterais da cafeína”.

O estudo mostrou que os ratos que receberam uma dieta rica em gordura tiveram uma reversão da resistência à insulina. Eles também observaram uma redução no acúmulo de gordura nos ratos.

Embora especialistas continuem a analisar os potenciais benefícios do extrato de café verde no diabetes e perda de peso, os pesquisadores sugerem que mais estudos sejam realizados antes de recomendarem com firmeza o extrato para tratar de problemas de saúde graves.

http://www.newsmax.com/


Similar Posts

Topo