Bom gerenciamento da diabetes está diretamente relacionado aos exercícios

exercicios-600x400De acordo com o relatório de estatísticas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças em 2014, 29,1 milhões de americanos têm diabetes. Esse é um número assustador, o que mostra o quão comum a condição está se tornando e como é importante para os pacientes saber sobre o exercício e, particularmente, como o exercício afeta o diabetes.

Diabetes é uma doença complexa que pode afetar todo o corpo. Para que o nosso corpo funcione corretamente, é preciso converter a glicose, ou açúcar, a partir de alimentos, em energia. Para que isso aconteça, o hormônio insulina deve estar presente. Para as pessoas com diabetes, a insulina ou não é produzido, ou não é produzida em quantidade suficiente fazendo com que o nível de glicose no sangue permaneça elevado.

Existem dois tipos principais de diabetes.

  1. Diabetes dependente de insulina (Tipo 1). Este tipo, anteriormente era conhecido como diabetes juvenil porque afetava principalmente as crianças, requerendo uma pessoa para aplicar injeções de insulina diariamente, a fim de manter os níveis de glicose. Nos EUA, cerca de 10-15 por cento dos casos são de diabetes tipo 1. Enquanto não há nenhuma cura conhecida para a diabetes tipo 1, ela pode ser controlada com medicação e um estilo de vida saudável
  2. Diabetes tipo 2. Também conhecido como início adulto ou diabetes não insulino-dependente, sendo o tipo muito mais comum, fazendo os outros 85-90 por cento dos casos. Tipo 2 ocorre quando o pâncreas produz alguma insulina, mas não o suficiente para manter os níveis de açúcar no sangue em níveis normais, favorecendo a ocorrência da hiperglicemia (nível alto de açúcar no sangue). Muitas vezes, este tipo é resultante do meio ambiente, estilo de vida e fatores genéticos. Fatores de risco como a hipertensão arterial, o excesso de peso ou obesidade, falta de exercício e má alimentação podem aumentar a susceptibilidade de desenvolver diabetes tipo 2. Pode ser gerido com uma alimentação saudável e exercício físico regular.

Como mencionado anteriormente, a atividade física tem um papel importante na manutenção dos níveis de glicose no sangue e de gestão para os diabéticos. Exercício ajuda no controle do peso, redução do colesterol no sangue, reduzindo o risco de doença cardíaca, o stress e o mais importante, pode ajudar no trabalho da insulina no corpo de forma mais eficaz. Tipos recomendados de exercícios eficazes para alguém com diabetes incluem caminhadas, natação, dança, hidroginástica e ciclismo.

Se você é um diabético recém-diagnosticado, deve iniciar um programa de exercícios, manter algumas diretrizes de segurança em mente. Em primeiro lugar, evite qualquer exercício que possa causar alterações posturais bruscas, pois isso pode levar a mudanças de pressão arterial. Além disso, tenha conhecimento dos níveis de glicose no sangue, antes e após o exercício e sempre inclua um alongamento antes e depois do exercício.

Lembre-se, a maioria das pessoas com diabetes, (85-90 por cento) é do tipo 2, que está diretamente relacionada a fatores de estilo de vida pouco saudáveis. Isto é um bom motivo para você fazer uma mudança positiva e tornar-se parte da estatística para uma vida saudável.

 

Angie Ferguson é fisiologista do exercício e atua em Fort Myers. Ela é um triatleta Nível Avançado 2, treinadora de Ciclismo e tem uma certificação de especialização  Nutrição do Esporte. Para mais dicas de treinamento, leia seu blog (em inglês) no triathlontrainingisfun.com.

 

http://www.news-press.com/


Similar Posts

Topo