Indivíduos com diabetes tipo 2 devem se exercitar após o jantar

Indivíduos com diabetes tipo 2, usualmente, possuem aumentadas suas quantidades de açúcares e gorduras no sangue, o que, por sua vez, aumenta os riscos de doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames. O exercício é uma receita popular para indivíduos que sofrem de sintomas de diabetes tipo 2, mas poucas pesquisas investigaram se essas pessoas recebem mais benefícios se exercitando antes ou depois de uma refeição.

Agora, pesquisadores da Universidade de Missouri (MU) descobriram que indivíduos com diabetes tipo 2 podem diminuir os riscos de doenças cardiovasculares de uma forma mais eficaz através do exercício, se realizado após o jantar.

“Este estudo mostra que não é apenas a intensidade ou a duração do exercício é importante, mas também o momento em que ele ocorre”, disse Jill Kanaley, professor do Departamento de Nutrição e Fisiologia do Exercício MU.

“Os resultados deste estudo mostram que o exercício de resistência tem seu efeito mais potente na redução da glicose e dos níveis de gordura no sangue quando realizado após o jantar”.

Kanaley e seus colegas estudaram um grupo de indivíduos obesos com diabetes tipo 2. Em uma ocasião, os participantes realizaram exercícios de resistência antes do jantar. Durante outra visita, eles se exercitaram por 45 minutos depois de comer o jantar. Os participantes realizaram exercícios de resistência, tais como flexão de perna, levantamento da panturrilha enquanto sentados e flexões abdominais.

Em comparação com os níveis de um dia sem a realização de exercício, Kanaley descobriu que os participantes que se exercitaram antes do jantar foram capazes de reduzir apenas os níveis de açúcar no sangue; No entanto, os participantes que se exercitaram após o jantar foram capazes de reduzir tanto o açúcar quanto os níveis de gordura. Os participantes consumiram um jantar moderado de carboidratos nas noites de estudo.

Kanaley disse que sua pesquisa é particularmente útil para os prestadores de cuidados de saúde que possuem pacientes que se exercitam todos os dias, mas que não estamos vendo benefícios.

“Saber que o melhor momento para o exercício é depois de uma refeição pode fornecer aos profissionais de saúde uma melhor compreensão de como personalizar prescrições de exercícios para otimizar benefícios para a saúde”, disse Kanaley.

Kanaley também descobriu que as melhorias dos níveis de açúcar no sangue e da gordura ‘foram de curta duração e não se estendeu para o dia seguinte. Ele sugere que os indivíduos pratiquem exercícios de resistência diariamente após o jantar para manter melhorias.

“Os indivíduos que se exercitam na manhã costumam estar em jejum por 10 horas de antecedência”, disse Kanaley. “Além disso, é natural que os níveis hormonais dos indivíduos sejam diferentes nos mais diveros momentos do dia, o que é outro fator a considerar na determinação do melhor momento para o exercício”.

No futuro, Kanaley disse que pretende pesquisar como o exercício da manhã difere do exercício após o jantar e como os níveis hormonais do indivíduo afetam os resultados do exercício.

O estudo, “O exercício de resistência pós-jantar melhora os fatores de risco pós-prandial de forma mais eficaz do que o exercício de resistência antes do jantar em pacientes com diabetes tipo 2“, foi publicado no Journal of Applied Physiology .

http://medicalxpress.com/


Similar Posts

Topo