Enxergando o diabetes de uma outra maneira

Eu tinha dez anos quando eu fui diagnosticada com diabetes. Eu estava me sentindo mal por algum tempo, e uma noite fui levada ao hospital com dores no estômago bastante fortes. Eu estava abaixo do peso, com grave desidratação e estava inconsciente.

Foi quando me disseram que eu tinha diabetes – só depois que eu percebi que nada tinha a ver com ‘diabo’. Mas logo fiquei determinada de que isso nunca iria me parar e eu faria tudo que pudesse para viver minha vida do jeito que eu quisesse.

O diabetes pode ser uma condição muito exigente fisicamente e, principalmente, psicologicamente.

No entanto, não tem que ser dessa maneira – quando se trata da diabetes podemos abandonar qualquer tristeza e melancolia, alterando o nosso foco a uma abordagem completamente nova, positiva e pró-ativa. Não importa como as coisas possam parecer difíceis ou desesperadas, às vezes sempre há algo que podemos fazer.

Hoje, com experiência de mais de 21 anos de vida com diabetes tipo 1 e trabalhando profissionalmente no campo da medicina avaliando o corpo-mente, eu vi em primeira mão como é que podemos experimentar a mudança fenomenal quando se trata de usar nossa mente para ajudar a superar diabetes.

Se nos sentirmos deprimido, estressado, aborrecido, triste ou com qualquer outra emoção negativa, é comum reagirmos tentando alcançar um bom prato de comida, um drink gostoso ou mesmo um cigarro, sem achar que está fazendo algo de errado. Basicamente, ao se fazer um bom controle do diabetes nada disso ocorre.

Se tomarmos o estresse como um exemplo específico, nesta situação, o cérebro libera um hormônio chamado adrenocorticotrófico que indiretamente faz com que as glândulas supra-renais venham a liberar cortisol.

Este é um potente supressor do sistema imunológico que eleva a pressão sanguínea (não é bom para as complicações da diabetes) e aumenta o açúcar no sangue (uma vez que provoca ainda mais o pâncreas para libertar glucagon), que, em seguida, faz com que o fígado quebre a glicose armazenado (glicogênio) e venha a liberá-la – no fluxo do sangue na forma de glicose. Estes são apenas dois efeitos físicos negativos, entre muitos outros associados com o estresse.

Aqui ficam algumas sugestões para ajudar a garantir uma mentalidade positiva:

1. Esteja ciente de suas emoções e como elas afetam o diabetes.

Ter uma mentalidade positiva não significa que nós nunca experimentamos pensamentos ou emoções negativas. Nós podemos estar ciente delas e tomar medidas para enfrentá-las da melhor maneira a fim de obter melhores resultados. Tente encontrar a causa de qualquer tensão ou emoção negativa em sua vida que possa estar fazendo as coisas saírem da linha. Trabalhe pro-ativamente para eliminar essas emoções tentando obter o apoio certo chegar ao sucesso.

2. Foco sobre o que você pode fazer e no que você quer.

Se fazemos algo completamente com nossa energia, foco e atenção, nós atraímos isto de volta para nós. Por exemplo, se nós nos concentramos sinceramente em alcançar excelentes níveis de açúcar no sangue, nós vamos conseguir isso porque toda a nossa energia e atenção será dirigida para tomar as medidas certas para alcançar este objetivo. No entanto, se o nosso foco está sem ânimo em relação ao diabetes, estamos mais propensos a perder o interesse ou motivação em administrá-lo bem, e os efeitos físicos negativos que as emoções já têm, naturalmente, sobre o açúcar no sangue irão tornar a gestão diabetes ainda mais desafiadora.

3 Supere a sua condição – recuse-se a ser derrotado por ele.

Lembre-se sempre que o diabetes é uma condição, não uma pessoa. Odeio o rótulo de “diabético” – nenhuma outra doença carrega qualquer outro rótulo permanente, portanto, diabetes, epilepsia ou asma não são diferentes – livre-se deste termo ou será permitido chamar assim. Você é muito mais do que uma condição, por isso recuse-se a ser simbolizado por ele.

4 Seja um solucionador de problemas.

Olhe para como podemos ver as coisas de maneira diferente em uma luz positiva – como você pode transformar os negativos em sua cabeça? Que outras soluções podemos encontrar? De que outra forma você pode obter atingir o objetivo? Ninguém pode ajudar? Há sempre mais de uma maneira de fazer algo, por isso seja flexível.

5. Encontre a motivação e o propósito correto.

Todos nós precisamos de motivação para fazer qualquer coisa na vida, mas se não é atraente o suficiente para nós nunca vamos obter resultados. Encontre o seu propósito pessoal que é forte o suficiente para dar-lhe a motivação que você precisa.

Apesar de eu ter tido algumas experiências intensas com diabetes ao longo das duas últimas décadas, incluindo entrar em um coma hipoglicêmico por vários dias, eu nunca deixei a condição me fazer parar de viver minha vida. Profissionalmente eu ajudo as pessoas com todas as condições, mas diabetes me permite essa compreensão adicional, também.

Embora as medidas acima apenas arranhem a superfície, adotar uma forte mentalidade positiva nos permite ver, pensar e gerir as coisas de forma diferente. Isto nos permitirá tomar as medidas necessárias para fazer mudanças positivas. Recuse-se a ser sequestrado, pois o diabetes sabe que pode pará-lo e vencê-lo.

Dra. Emma Mardlin, médica psicoterapeuta em West Bridgford,

http://www.nottinghampost.com/


Similar Posts

Topo