Consumo de castanhas correlaciona-se com diminuição do risco de diabetes tipo 2 e menos ganho de peso


Muitos benefícios estão associados com o consumo a longo prazo das castanhas, especialmente as nozes

Dois estudos mostraram uma associação entre o consumo regular de castanhas (amêndoas, nozes, pistache, castanhas diversas) e uma diminuição no risco de ganho de peso e desenvolvimento de diabetes tipo 2 no longo prazo.

Em um estudo realizado há 16 anos, os pesquisadores encontraram uma relação inversa entre o consumo de castanhas e o risco de diabetes. Mulheres que consumiram castanhas cinco vezes ou mais em uma base semanal tiveram um risco 36 por cento menor de desenvolver diabetes tipo 2, em comparação com as mulheres que não consumiram quaisquer castanhas.

Em outro estudo sobre o consumo de nozes, os pesquisadores descobriram que quando duas porções de nozes foram adicionadas à dieta semanal das pacientes mulheres, verificou-se uma redução de 21 por cento do risco em comparação com as mulheres que não tiveram quaisquer porções de nozes adicionadas.

Embora o consumo de castanhas, especialmente de nozes, tem sido associado à diminuição do ganho de peso e risco de obesidade e atraso ou prevenção de diabetes tipo 2, existem algumas preocupações em relação ao conteúdo das castanhas.

Castanhas têm alto teor de gordura e são densas de energia, o que pode promover o ganho de peso. No entanto, elas também são muito ricas em proteína e fibra dietética que podem aumentar a saciedade.

Castanhas contêm uma grande quantidade de vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoesteróis que também poderiam ajudar a retardar ou prevenir doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2.

Conclusões
  • Vários estudos têm encontrado relação inversa com o consumo regular de nozes e o desenvolvimento de diabetes no longo prazo.
  • Nozes pode ter benefícios para a saúde ao retardar ou prevenir doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2.

Este estudo foi publicado em junho 2014 na edição do American Journal of Clinical Nutrition. Wood S, Madia JV, and Bolt B. Long-term associations of nut consumption with body weight and obesity.

http://www.diabetesincontrol.com/


Similar Posts

Topo