Cintura grande pode diminuir expectativa de vida em até 5 anos

Pessoas que possuem níves de IMC normais também devem ficar atentas

Ter uma cintura grande pode roubar alguns anos de vida, mesmo se o seu índice de massa corporal (IMC) é saudável, alertam cientistas.

Um estudo descobriu que homens e mulheres com grandes circunferências de cintura são mais propensos a morrer jovens do que aqueles com cinturas pequenas. Eles também tinham mais chances de óbito por doenças cardíacas, problemas respiratórios e câncer.

Pesquisadores da Clínica Mayo, em Minnesota nos EUA, reuniram dados de 11 estudos diferentes, que incluíam mais de 600 mil pessoas de todo o mundo. Eles descobriram que os homens com 109 cm de cintura ou mais tinham uma taxa de mortalidade 50% maior do que aqueles com cinturas menores de 89 cm. Isto traduzido para cerca de uma expectativa de vida mais baixa três anos após a idade de 40 anos.

Mulheres com uma cintura de 94 cm ou mais tinham um risco 80% maior de morte prematura do que aquelas com uma circunferência da cintura de 68 cm ou menos. Depois de 40 anos de idade, isso tomou cerca de cinco anos das suas expectativas de vida.

O risco aumentou de forma linear tal que para cada 2 cm a mais na circunferência, as chances de mortalidade subiam cerca de 7% nos homens e 9% nas mulheres. Os resultados foram observados em todos os níveis de IMC, mesmo entre pessoas que possuíam níveis normais.

James Cerhan, epidemiologista e principal autor do estudo, contesta que o IMC não é uma medida perfeita.

— Ele não discrimina massa magra de massa gorda, e também não diz nada sobre o local onde o seu peso está localizado. Nós nos preocupamos com isso porque a gordura extra em sua barriga tem um perfil metabólico que está associado a doenças como diabetes e doenças cardíacas— explica.

O estudo concluiu que os médicos devem considerar tanto o IMC como a circunferência da cintura na avaliação de risco para a mortalidade prematura relacionada à obesidade.

http://zh.clicrbs.com.br/


Similar Posts

Topo