Novo instrumento validado para avaliar angústia de Diabetes

Um novo instrumento pode avaliar a angústia diabetes que está ligada a resultados clínicos em adultos com diabetes tipo 1 (DM1). Além disso, os sintomas depressivos estão associados com risco de mortalidade em DM1.

Lawrence Fisher, Ph.D., da Universidade da Califórnia, em San Francisco, e colegas desenvolveram e validaram um novo instrumento de pesquisa para avaliar as preocupações únicas e medos dos adultos com DM1 que estão ligados a resultados clínicos. Cinquenta e nove itens foram desenvolvidos a partir de entrevistas com 25 adultos DM1 e 10 prestadores de serviços.

O instrumento foi validado em 412 pacientes elegíveis que completaram uma pesquisa online. Os pesquisadores descobriram que os mesmos 28 itens (sete fatores) surgiram em ambas as análises. Os sete domínios refletem um perfil abrangente de problemas e preocupações únicas para DM1, que foram associados com a gestão da doença e controle glicêmico.

Catherine E. Fickley, MPH, da Universidade de Pittsburgh, e colegas examinaram se os sintomas depressivos aumentam o risco de mortalidade em DM1. Entre os participantes, 223 homens e 235 mulheres (média de idade de início do estudo, 28,7 anos, duração do diabetes de 19,9 anos).

Os pesquisadores identificaram 94 óbitos (20,5 por cento). Na análise univariada, a escala Beck Depression Inventory foi associada à mortalidade (hazard ratio, 1,05, P <0,0001). Após o ajuste para múltiplas variáveis, a correlação persistiu (hazard ratio, 1,04, P <0,0001).

“Para cada aumento de um ponto na escala de Beck Depression Inventory, os participantes mostraram um aumento de 4 por cento no risco de mortalidade – após o controle de outros fatores que podem aumentar o risco de morte”, disse Fickley em um comunicado.

http://www.diabetesincontrol.com/


Similar Posts

Topo