Cumprindo a difícil notícia de dar um diagnóstico de Diabetes tipo 2

– “Você tem diabetes tipo 2”.

Quando você dá essa notícia para os pacientes, muitos ficam surpresos, mesmo chocados. A pesquisa mostra que alguns ficam tão ocupados em processar esta informação indesejada, que depois ficam com dificuldades em se concentrar no que você está dizendo – e cerca de um quarto deles se pergunta se é mesmo verdade.

E ainda assim você tem um curto período de tempo para garantir que eles entendam o quão séria é a doença e o que precisa ser feito para se manter o mais saudável possível. Não é uma tarefa fácil.

Para as pessoas com diabetes, aprender sobre gestão da doença é um processo. Certamente você vai precisar explicar os conceitos básicos – inclusive o que causa diabetes e suas diversas complicações, as opções de tratamento, nutrição e monitoramento de glicose no sangue. Mas para garantir que eles realmente ouçam e entendam que o diabetes pode ser bem gerido a Associação Americana de Educadores de Diabetes (AADE) recomenda seis coisas para dizer certamente a seus pacientes:

1 – Não é culpa sua

Enfatizar que o diabetes pode ser causado por muitos fatores, incluindo herança genética, explicando que isto significa que eles nasceram com uma tendência a ter a doença. É verdade que outras coisas específicas podem desencadear diabetes, incluindo estresse, falta de atividade e ganho de peso. Mas isso também significa que há coisas que eles podem fazer para torná-lo melhor e viver mais saudável.

2 – Não entre em pânico

Pacientes podem recordar o tio com diabetes que teve sua perna amputada ou o vizinho que morreu de um ataque cardíaco. Explique que há coisas que podem fazer para diminuir o risco de complicações. Pergunte a eles o que eles sabem sobre o diabetes, o que irá ajudá-lo a corrigir os seus equívocos e melhor ajuda-los.

3 – Você não precisa de alimentos especiais

As pessoas geralmente querem saber o que eles podem comer quando vão para casa e depois se preocupam se eles nunca mais serão capazes de consumir qualquer coisa doce novamente. Deixe-os saber que devem comer da mesma forma que todos devem comer. Porém isso significa controlar os carboidratos, o tamanho das porções, gordura e sal, mas também se aproveitar de um doce de leite ocasional. Use a diabetes como algo que pode motivá-los (e suas famílias) a viver uma vida mais saudáveis ​​e que todos nós já deveríamos estar vivendo.

4 – Ser ativo ajuda

Isso não significa que eles têm de correr uma maratona. Seja qual for o seu nível de atividade, deve incentivá-los a pensar em como eles podem ser mais ativos. Se eles não são ativos, pequenas mudanças podem ajudá-los a começar, como pegar a escada em vez do elevador, estacionar o automóvel mais longe do destino. Deixe claro que ser ativo tem grandes compensações como ajudá-los a reduzir os seus níveis de glicose; fortalecer o coração, ossos e músculos; perder peso; e se sentir melhor.

5 – Aprender a dominar o seu diabetes é fundamental: Aprenda o mais que puder sobre diabetes

Educadores de diabetes são profissionais licenciados de saúde que trabalham com cada paciente para elaborar um plano de vida saudável específico adaptado a eles, que inclui as ferramentas e suporte que eles precisam. Explique que a educação em diabetes tem comprovadamente ajudado aos pacientes com diabetes gerir o seu peso e reduzir os seus níveis de colesterol e pressão arterial; e que os atos do educador de diabetes, como parte de sua equipe ajudam o paciente a controlar seus cuidados de uma maneira que faz sentido para cada pessoa. (Se você ainda não trabalhar com um educador de diabetes deveria procurar um)

6 – Você não está sozinho

É importante lembrar que um diagnóstico de diabetes é assustador e pode ser esmagador, por isso não deixe de dizer para tranquilizar seus pacientes que, embora eles venham a ter que fazer mudanças, você e outros profissionais de saúde estão lá para ajudá-los. Incentive-os a discutir experiências, fazer perguntas e até mesmo se envolver com grupos de apoio – pessoalmente ou online. Aqui é onde um educador diabetes pode realmente ajudá-los, o que ajuda você.

Afinal, você quer ter certeza de que pacientes recém-diagnosticados com diabetes saiam de seu consultório, sabendo que eles podem controlar a doença – e mesmo sentindo poderes para fazê-lo.

http://www.newswise.com/


Similar Posts

Topo