Compostos presentes em panelas antiaderentes pode levar ao diabetes

Os cientistas descobriram uma ligação entre níveis elevados de compostos perfluorados – amplamente utilizados em panelas antiaderentes – e diabetes.

Em um novo estudo, uma equipe de pesquisa liderada pela Universidade de Uppsala disse que compostos perfluorados são toxinas ambientais e há uma ligação entre os níveis elevados no sangue e diabetes.

O grupo de pesquisa da Universidade de Uppsala já havia mostrado previamente associações entre altos níveis de toxinas ambientais, como o PCB, pesticidas e ftalatos e diabetes. Eles investigaram se os níveis elevados de um outro tipo de toxina ambiental, os chamados compostos perfluorados, estão relacionados com a diabetes.

Os compostos perfluorados são usados ​​em uma grande variedade de produtos industriais e de consumo, incluindo a espuma que combate o incêndio, panelas antiaderentes, graxa e materiais hidrófugos, como material de contato com alimentos, cera de esqui e GoreTex, por exemplo.

Em um grupo de mais de mil homens e mulheres de 70 anos de idade, os níveis de sete diferentes compostos perfluorados foram medidos no sangue e relacionados com o fato dos indivíduos terem diabetes (114 pessoas) ou não.

Estes sete compostos perfluorados eram detectáveis ​​em praticamente todos os indivíduos do estudo.”Vimos que níveis elevados, especialmente de um dos compostos perfluorados, ácido perfluorooctanóico (PFNA), estavam ligados a diabetes”, disse Monica Lind, professora associada da Divisão de Medicina Ocupacional e Ambiental da Universidade de Uppsala.

“O ácido perfluorooctanóico (PFOA) também foi associado com diabetes neste grupo. Vimos também que o PFOA foi ligado a secreção interrompida de insulina do pâncreas”, disse Lind. O estudo levanta a questão de que os altos níveis de certos compostos perfluorados, que foram encontradas em todos os indivíduos neste estudo, estão ligados ao desenvolvimento da diabetes.

 

http://www.financialexpress.com/


Similar Posts

Topo