Novo estudo com células tronco aponta resultado positivo no tratamento da diabetes tipo 2

A empresa de medicina regenerativa Mesoblast Limited, anunciou hoje os resultados da Fase 2 do estudo sobre as células mesenquimais precursoras (PPM) em indivíduos com diabetes tipo 2. Os resultados deste estudo demonstraram a segurança e tolerabilidade de uma única infusão intravenosa de PPM em indivíduos com diabetes tipo 2. Além disso, houve uma melhora no controle glicêmico como evidenciado pela redução da hemoglobina A1c (HbA1c).

Na Fase 2, randomizada, duplo-cego, controlada por placebo, o aumento da dose foi realizado em 18 locais nos Estados Unidos. O estudo avaliou os efeitos de uma única infusão intravenosa de 0,3, 1,0 ou 2,0 milhões de PPM / kg ou placebo durante 12 semanas em 61 pacientes que tinham uma duração média do diabetes de 10 anos.

Os principais resultados positivos foram:

  • Os PPM foram seguros e bem tolerados sem reações adversas relacionadas com o tratamento, atendendo ao objetivo primário do estudo.
  • Após uma única infusão intravenosa MPC, os níveis globais de HbA1c foram reduzidos durante o período de estudo de 12 semanas, quando comparado ao placebo.
  • A dose mais elevada revelou a maior redução global na HbA1c, com um diminuição do pico de 0,4% em 8 semanas, em comparação com o placebo (p inferior a 0,05), e uma diminuição de 0,3% em 12 semanas.
  • Nos indivíduos com controles mais deficientes, tal como definido por uma linha de base HbA1c superior ou igual a 8,0%, uma redução de 0,6% na HbA1c foi visto em 8 semanas, no grupo de dose elevada em comparação com o placebo.
  • Naqueles com HbA1c da linha de base inferior a 8%, uma meta de HbA1c inferior a 7%  foi obtido na 12ª semana em 63% (5/8)  indivíduos tratados com doses elevadas  comparado com 0/7 controles tratados com placebo (p menor que 0,05).

O Chefe executivo da Mesoblast, Silviu Itescu disse: “Estamos muito satisfeitos e encorajados por estes resultados. Nesta fase 2 do estudo, uma única injeção de PPM de Mesoblast foi bem tolerado e mostraram evidências de melhora do controle glicêmico no diabetes tipo 2, uma doença crônica. doença inflamatória que afeta múltiplos órgãos.

“Este é um primeiro passo importante no desenvolvimento de uma terapia baseada no imunomodulador MPC para o tratamento de diabetes tipo 2 e suas complicações”.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, existem mais de 347 milhões de pessoas no mundo com diabetes e este número provavelmente irá mais do que dobrar até 2030, se não houver intervenção. Nos Estados Unidos, de acordo com a American Diabetes Association, existiam 18,8 milhões de pessoas que sofriam de diabetes tipo 2 em 2011. De acordo com as orientações de 2008 do FDA dos EUA (Food and Drug Administration) para a Indústria, o índice HbA1c é o objetivo primário de escolha para o controle glicêmico em pacientes com diabetes tipo 2.

Sobre Mesoblast

Mesoblast Limited é uma empresa líder mundial no desenvolvimento de produtos biológicos para o vasto campo da medicina regenerativa.  www.mesoblast.com

http://online.wsj.com/


Similar Posts

Topo