Diabetes tipo 2 aumenta risco de fraturas

Pontuação osso trabecular piora em pacientes diabéticos tipo 2

Pessoas com diabetes são mais propensas a ter fraturas, embora a sua pontuação de densidade mineral óssea esteja dentro da normalidade.

Durante a Reunião Anual da American Society for Bone and Mineral Research 2013, o Dr. Mishaela R. Rubin mostrou que o osso trabecular é afetado em pacientes com diabetes tipo 2. Os pesquisadores descobriram que a pontuação do osso trabecular foi pior em pacientes com diabetes em comparação com os pacientes sem diabetes, embora a pontuação da densidade dos pacientes com diabetes estivessem dentro dos índices de normalidade. Isto sugere que a diabetes pode propiciar o surgimento de defeito do osso e contribuir para o aumento de risco de fratura.

O estudo envolveu 14 mulheres na pós-menopausa com diabetes tipo 2 e 21 pacientes de controle. A pontuação dos dados do osso trabecular (TBS) foi encontrada usando uma imagem de DXA. Ao comparar os dois grupos, descobriu-se que a TBS foi mais baixa em pacientes com diabetes tipo 2 (1,146 g / cm 2  vs 1,27 g / cm 2 ). Os pesquisadores também descobriram que os níveis de P1NP 25-hidroxivitamina D foram menores em pacientes com diabetes tipo 2 do que no grupo de controle. No entanto, houve um nível de fosfatase alcalina óssea maior em pacientes com diabetes tipo 2.

 

Conclusões do estudo:
  • Diabéticos Tipo 2, tiveram mais baixos níveis de 25-hidroxivitamina D.
  • Pacientes com diabetes tipo 2 tiveram maior fosfatase alcalina óssea.
  • Diabetes contribuir para o aumento de risco de fratura óssea.

 

Sociedade Americana de Pesquisa Mineral e Óssea 2013

 

http://www.diabetesincontrol.com/


Similar Posts

Topo