Diabetes e o custo da perda de produtividade

Pesquisadores da Hong Kong Baptist University, China, relatam os resultados de um estudo de trabalhadores norte-americanos que descobriu que os diabéticos com complicações obtiveram uma perda de receitas que somavam cerca de um terço da renda anual.

Os dados foram obtidos a partir de uma pesquisa aleatória com 68.634 pessoas nos EUA. Foram incluídos 1.351 pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2, dos quais 715 estavam empregadas. Horas de trabalho, aspectos sociodemográficos e ocupacionais, condições de saúde auto-relatada e variáveis ​​relacionadas com complicações do diabetes foram registradas.

Os pesquisadores descobriram:

  • 53% das pessoas com diabetes trabalhavam, em comparação com 77% das pessoas sem diabetes
  • Diabéticos do tipo 1 e do tipo 2 que apresentavam complicações eram 12% menos propensos a estarem empregados, e trabalhavam menos 3,2 dias a cada quinze dias, do que aqueles sem complicações
  • A média de rendimento do trabalhador do sexo masculino saudável era bastante superior aos dos trabalhadores com diabetes. Esta diferença de rendimentos aumentava com a idade.

Os investigadores concluíram que  o investimento na prevenção de complicações do indivíduo com diabetes pode ter impacto significativo nos custos da produtividade líquida. Estes custos não são da mesma ordem de grandeza que os custos de saúde anuais, devido a problemas com diabetes.

 

http://www.tele-management.ca/


Similar Posts

Topo