Nova droga para diabetes pode salvar vidas e economizar R$ 200 milhões

Lyxumia, juntamente com a insulina, ajuda a controlar os níveis de glicose

O tratamento inovador não só ajuda a controlar sua condição, mas também combate a obesidade.

Por somente R$ 5,00 a dose, é muito mais barato do que usar outras drogas semelhantes, e poderia ajudar o Sistema Nacional de Saúde a economizar pelo menos R$ 300 milhões ao longo dos próximos cinco anos.

Os médicos agora podem prescrever Lyxumia aos pacientes, na Escócia, após a aprovação pelo Scottish Medicines Consortium. Eles saudaram o tratamento como uma nova e importante ferramenta para resolver o problema crescente de diabetes tipo 2.

Ele funciona em conjunto com a insulina para regular os níveis de glicose no organismo em pacientes que não conseguem manter o nível de açúcar controlado apenas com insulina.

Quase 250 mil pessoas na Escócia agora têm diabetes. No Reino Unido, existem 1,5 milhões de doentes. A maioria dessas pessoas na Escócia, cerca de 217.500, tem diabetes tipo 2, a forma da doença que pode ser causada por um estilo de vida nada saudável.

O Professor Anthony Barnett, Professor Emérito de Medicina da Universidade de Birmingham, advertiu: “Eventualmente, esta doença levará à falência o Sistema de Saúde se não fizermos algo a respeito”.

“Ao manter o nível de glicose no sangue sob controle, podemos ajudar os pacientes a reduzir drasticamente o risco de complicações terríveis a longo prazo”.

Embora muitos pacientes com diabetes possam controlar a sua condição com uma boa dieta e estilo de vida saudável, a diabetes é uma doença progressiva e, se a glicemia permanecer descontrolada, poderá levar a ataques cardíacos e amputação.

Para manter o diabetes sob controle, muitos pacientes têm de injetar-se com insulina várias vezes ao dia para manter o seu nível de açúcar no sangue estável. Estudos têm demonstrado que somente cerca de 100 mil pacientes tratados com insulina apenas têm níveis de glicose sob controle.

Um terço das pessoas poderia ser ajudada com Lyxumia, que funciona especificamente reduzindo a glicose após as refeições, bem como promovendo a redução dos níveis de insulina antes das refeições.

Ainda tem um benefício adicional de ajudar os pacientes a perder peso, impedindo o corpo de armazenar a glicose na gordura.

O novo tratamento é muito mais barato do que os outros, algo em torno de R$ 130 para um fornecimento de 28 dias em comparação com R$ 180 gastos atualmente. Isto significa que para cada 100 doentes, cerca de 1/3 mais (33 pacientes) poderão ser tratados com o mesmo custo.

Um porta-voz da organização britânica Diabetes UK Escócia, disse: “Atualmente, mais de R $ 1 bilhão é gasto na Escócia nos custos dos cuidados e tratamento”.  Audit Scotland previu que até 2030, o custo das prescrições de diabetes vão crescer mais R$ 600 milhões.

Enquanto o custo não deve ser o fator determinante, se um tratamento é mais benéfico para o paciente, caso ele ofereça um custo-benefício melhor, isso seria muito bem-vindo”.

http://www.express.co.uk/

Similar Posts

Topo