Autora compartilha em livro sua luta contra o diabetes através da nutrição

Denise Pancyrz nos conta como ela superou a diabetes

Já haviam quase três anos desde que uma residente da cidade de Addison, nas proximidades de Chicago (EUA) tinha sido hospitalizada por causa de um ataque de pancreatite e um recente diagnóstico de diabetes tipo 2.

“Eu sabia que os meus níveis de açúcar no sangue estavam subindo”, disse Pancyrz.

O aumento do tamanho de sua roupa não a fez pensar que ela corria algum perigo, no entanto. Ela percebeu que estava ficando mais velha e seu corpo não era o que costumava ser, até sua visita ao hospital, em novembro de 2010.

Com o diagnóstico de diabetes veio a medicação oral e quatro doses de insulina. Médico após médico a avisou que ela iria necessitar de mais insulina à medida que envelhecesse.

“Eu comecei a fazer mais e mais perguntas aos médicos”, disse Pancyrz.

Ela disse que continuava recebendo as mesmas respostas, mesmo depois dela ter procurado o consultório de um educador de diabetes implorando por uma alternativa. Pancyrz prometeu que iria seguir qualquer dieta ou regime, mas todo mundo disse que ela iria depender de medicamentos para o resto de sua vida.

Frustrada, Pancyrz começou a escrever um diário sobre sua experiência, e este ano ela publicou um livro nascido de seus apontamentos. “O diabético virgem” mostra o caminho de Pancyrz em busca da sua saúde através da nutrição, e não medicamento.

Cerca de seis meses após seu diagnóstico, Pancyrz encontrou dois médicos dispostos a ajudá-la a explorar outras opções.

virgin diabetic“Foi realmente um processo de aprendizagem onde você só precisava fazer uma mudança de estilo de vida”, disse Pancyrz.

Com o apoio de seu marido, Larry Pancyrz, o casal renovou seu estilo de vida, de cortar o trigo, e passando a praticar algum exercício. Denise Pancyrz não só verificava seu próprio açúcar no sangue seis vezes ao dia, mas também o seu marido.

“Nosso lema é, se o alimento estiver em um saco ou uma caixa, normalmente não vou comprá-lo”, disse Denise Pancyrz.

Mais de dois anos depois do diagnóstico, ela já não toma mais a medicação ou insulina para controlar o seu açúcar no sangue. As alergias sazonais do casal desapareceram, e Denise Pancyrz afirma sentir-se melhor aos 50 anos de idade do que quando ela tinha 40.

A ideia de fazer uma mudança radical foi um pouco excessiva para uma mulher meio italiana, que admitiu que seu plano de refeição anterior estava cheio de massas. Mas Pancyrz disse que gostaria que os outros soubessem que estilos de vida saudáveis ​​podem ser uma opção para melhorar as doenças crônicas. Ela tem feito discursos, ensina indivíduos a fazer compras no supermercado e começou um outro livro, que será um guia para a criação de uma cozinha saudável.

Pancyrz disse ter dado este título a seu livro (“O diabético virgem“) para incentivar as pessoas, que como ela, não podiam ter um apoio dos médicos para assumirem o controle de sua saúde ou para fazer perguntas. Enquanto agora está certificada em nutrição holística e homeopatia, ela não sabia nada sobre diabetes quando fora diagnosticada.

“Isso não significa que você não possa aprender”, disse ela.

 

http://www.mysuburbanlife.com/

PS do Editor TiaBeth:

O livro “The virgin diabetic” pode ser comprado pela Amazon através do link abaixo. Seu custo é de U$ 9 (nove dólares) e ele está em inglês.

http://www.amazon.com/The-Virgin-Diabetic-Denise-Pancyrz/dp/1625103646

 


Similar Posts

Topo