McDonalds expulsa mãe com diabetes tipo 1 por injetar insulina no restaurante

Os funcionários de um McDonalds em Banbury, Inglaterra, pediram para que Sarah Pike saísse do restaurante pelo fato de estar fazendo uso de sua insulina, acreditando que ela estava injetando drogas ilegais.

A Sra. Pike, que tem 36 anos e é mãe de dois filhos, teve diabetes tipo 1 há 13 anos e disse que surpreendeu-se pelas medidas tomadas e pelo que aconteceu, afirmando: “Esta foi, provavelmente, a experiência mais humilhante da minha vida e algo como isso nunca aconteceu comigo antes”.

O incidente ocorrido na cadeia alimentar de fast food, destaca o quanto mal compreendida a diabetes tipo 1  ainda pode ser. Muitas pessoas com diabetes tipo 1 precisam injetar insulina quatro ou mais vezes por dia, inclusive antes de cada refeição e isso invariavelmente significa a necessidade de fazer aplicações em lugares públicos que servem comida, como restaurantes e cafés.

O McDonalds pediu desculpas pelo mal-entendido, mas a Sra. Pike sente que algo mais deveria ser feito, a fim de educar as pessoas sobre o que é o diabetes e como ele precisa de tratamento.

comunidade de diabetes ficou um pouco perplexa pela forma de atuação dos funcionários do McDonalds, afinal a Sra. Pike estava usando uma caneta de insulina, que é significativamente diferente em aparência de uma seringa hipodérmica.

Restaurantes e outros lugares públicos terão que ficar mais acostumados com as injeções, pois não são apenas as pessoas com diabetes tipo 1 que precisam aplicar insulina regularmente. As injeções de insulina e incretinomiméticos (canetas de insulina) são de uso relativamente comum em pessoas com diabetes tipo 2 também.

 

http://www.diabetes.co.uk/


Similar Posts

Topo