A diabetes mal controlada pode levar à perda de dentes

Relatório de especialista indica que quatro em cada 10 doentes diabéticos que frequentam o dentista, desconhecem a importância de um bom controle de sua doença

A diabetes mal controlada pode resultar na diminuição do osso de suporte que sustenta os dentes e ainda pode causar infecções na gengiva, levando o paciente a perder os dentes com mais facilidade.

O dentista do Instituto Mexicano de Seguro Social (IMSS), em Jalisco, Arturo Javier Carrillo Almaguer, explicou que há substâncias no organismo chamadas citocinas em pacientes diabéticos que, quando não controladas, aumenta o nível de inflamação das gengivas. Esta situação, segundo ele, produz a gengivite, doença periodontal que danifica o osso e raiz do dente, favorecendo a sua perda, e isso é um diagnóstico muito comum em pessoas com diabetes.

“´É caracterizada por inchaço e vermelhidão das gengivas que sangram e podem, inclusive, favorecer a queda dos dentes e da halitose ou mau hálito. Nove entre dez diabéticos não controlados irão sofrer de perda de dentes“, disse.

Ele também explicou que o excesso de açúcar circulante no sangue, facilita o crescimento de bactérias, particularmente em toda a boca, onde se acumulam restos de comida que, por não serem retiradas com uma limpeza adequada, esses micro-organismos formam colônias que causam infecções leves a graves.

Indicou ainda que quatro em cada dez pacientes diabéticos que frequentam o dentista, desconhecem a importância de uma bom controle de sua doença para evitar os riscos acima mencionados, como infecção, hemorragia, pois entre as diversas implicações da diabetes, podemos dizer que a coagulação também é deficiente.

Isto é especialmente importante porque, entre os procedimentos dentários mais comuns em pacientes diabéticos são abstrações, o que pode causar aumento do risco de sangramento abundante nessas pessoas.

“Se o paciente faz um bom controle, toma a sua medicação e faz uma dieta adequada, ele reduz o risco de infecção e de perda de dentes”, e também durante um procedimento cirúrgico, ele irá reduzir a probabilidade de sangramento, disse ele.

O atendimento odontológico preventivo adequado contribui para a saúde bucal e esta, por sua vez, facilita a alimentação equilibrada, promovendo melhor controle do diabetes prevenindo complicações agudas e crônicas da doença metabólica.

Da mesma forma, higiene oral, odontológica, inclui escovação após cada refeição, o uso do fio dental e enxaguatório bucal, bem como visita ao dentista por pelo menos duas vezes por ano. Estas medidas irão ajudar a pessoa, especialmente, se tiver diabetes, a reduzir o risco de desenvolvimento de infecções na cavidade oral, disse ele.

 

http://www.informador.com.mx/


Similar Posts

Topo