“Diabetes não é uma doença de açúcar no sangue, é uma doença vascular”, diz especialista

Você sabia que pessoas com diabetes, especialmente diabetes tipo 2, são duas vezes mais propensas a desenvolver doenças cardíacas do que uma pessoa sem diabetes? Esta estatística se estende à possibilidade delas sofrerem um acidente vascular cerebral e insuficiência cardiovascular em idade mais precoce do que as pessoas sem diabetes.

Então, como os dois estão ligados? De acordo com nosso especialista Dr. Rajiv Kovil, “diabetes não é uma doença de açúcar no sangue, é uma doença vascular”.

No caso de um diabético, verificou-se que a utilização inadequada de insulina e de sua produção, conduz a uma acumulação mais rápida de placas no interior das artérias do coração. De acordo com a American Heart Association, a maioria dos diabéticos sofrem também de doenças como a hipertensão, triglicérides anormal e altos níveis de colesterolobesidade e controle pobre dos seus níveis de açúcar no sangue, o que aumenta ainda mais suas chances de sofrer de doenças cardíacas.

Dr Kovil diz “diabetes tende a aumentar a viscosidade ou espessura do sangue. Este, por sua vez, causa doenças tais como a hipertensão arterial e doença arterial coronariana. Diabetes é como um amigo ruim, atrai uma série de outros maus amigos como altos níveis de colesterol ruim e diminui o bom colesterol, engrossa o sangue e leva à hipertensão”.

Pessoas com diabetes tipo 2 estão especialmente em maior risco de desenvolver os seguintes tipos de doenças cardíacas:

  1. Doença arterial coronariana (DAC): Nesta condição, há uma lenta acumulação de depósito de gordura ou placas nas paredes das artérias do coração. Quando um desses depósitos se rompe, derrama a gordura em outra parte da artéria, o que resulta em um ataque cardíaco ou CAD.
  2. Insuficiência cardíaca congestiva: Esta é uma condição crônica, onde o coração é incapaz de bombear o sangue de forma eficaz. Uma pessoa com essa condição provavelmente sentirá os sintomas clássicos, como falta de ar, juntamente com inchaço nas pernas.

Devido à sua predisposição a alterações vasculares, pessoas diabéticas correm um maior risco de desenvolvimento de várias outras doenças vasculares, como a doença arterial periférica, doença renalretinopatia diabética, anormalidades do colesterol e pé diabético.

Segundo o Dr. Kovil, “diabetes é uma doença controlável, se o paciente for cuidadoso com sua medicação, dieta e exercício físico. E, claro, o médico também desempenha um papel importante em manter o paciente saudável”.

 

http://health.india.com/


Similar Posts

Topo