Aumento maior dos casos de diabetes tipo 2 é entre os mais jovens, diz estudo

O número de jovens diagnosticados com diabetes tipo 2 teve aumento significativo nos últimos vinte anos, em comparação com o aumento geral do número da casos, revelou uma nova pesquisa da Universidade de Cardiff, no Reino Unido.

A pesquisa realizada pelo Professor Craig Currie, da School of Medicine, publicado na revista Diabetes, Obesity and Metabolism, analisou os dados conhecidos sobre a incidência de novos casos diagnosticados de diabetes tipo 2 entre 1991 e 2010.

A equipe encontrou um aumento significativo na incidência de diabetes tipo 2, com um aumento acentuado entre os jovens com 40 anos ou menos. “Nós já sabíamos há algum tempo que a incidência – novos casos – e a prevalência – o número total de pessoas – de diabetes tipo 2 tem aumentado no Reino Unido”, disse o Professor Craig Currie, que liderou a pesquisa.

“Sabemos também que houve um aumento na prevalência de diabetes tipo 2 em crianças e adolescentes. Isto provavelmente é causado por diversos fatores, tais como obesidade, dieta e história familiar, entre outros.

“Ao analisarmos os dados do Sistema Nacional de Saúde conseguimos confirmar isso e mostrar um aumento na incidência de diabetes tipo 2 da população do Reino Unido, acompanhado por uma diminuição global na idade média do diagnóstico.

“Também descobrimos que a incidência de diabetes tipo 2 foi maior para os homens, após as idades de 40 e um pouco mais elevado para as mulheres com idade inferior a 40 anos”, acrescenta.

Independentemente das causas, os resultados mostram que ao longo dos últimos vinte anos, a diabetes tipo 2 já pode ser considerada uma doença comum entre as pessoas relativamente jovens, que podem ter implicações importantes mais tarde na vida devido à maiores problemas de saúde.

“O início precoce de diabetes tipo 2 poderia resultar em um maior tempo com a doença e levar a um aumento do risco de desenvolver complicações de saúde”, disse o professor Currie. “Isto, sem dúvida, coloca uma carga crescente sobre os recursos da saúde e resulta em pior qualidade de vida. O início da doença em uma idade mais precoce também pode levar à morte prematura”, acrescenta.

O estudo monitorou os pacientes recém-diagnosticados com o tipo 2 da diabetes entre os anos de 1991 e 2010, usando dados da prática geral do Reino Unido. Os pacientes foram agrupados em intervalos de cinco anos por ano de diagnóstico e idade no momento do diagnóstico para examinar as tendências ao longo do tempo.

O Professor Richard Donnelly, editor da Diabetes, Obesity and Metabolism, disse: “Este é um importante estudo que destaca o aumento contínuo da diabetes tipo 2 como um grande desafio da saúde pública no Reino Unido. Os resultados tendem a espelhar tendências similares em outros países europeus.

 

” Oferecido pela Universidade de Cardiff

 

http://medicalxpress.com/news/2013-05-diabetes-young.html


Similar Posts

Topo