Estudante com diabetes no Reino Unido é impedida de viajar em excursão da escola

A família de Lucy Harrison pagou centenas de libras para ela aproveitar suas férias com os amigos da Forge Valley Community College, colégio onde estuda em Stannington ano passado.

Mas seus pais foram chamados numa segunda feira, poucos dias antes do vôo para dizerem que sua filha de 12 anos de idade não poderia ir com sua turma, depois de tudo acertado, porque a escola não tem seguro e os adultos não estavam qualificados ou não foram autorizados a administrar a medicação para Lucy se ela tivesse um episódio de hipoglicemia.

Lucy foi diagnosticada com diabetes tipo 1, com a idade de cinco anos e toma insulina para regular os níveis de açúcar no sangue.

Irritado, o pai Stephen Harrison, de Cox Place, Hillsborough, criticou a decisão da escola e disse que sua filha havia ficado muito chateada.

Ele disse: “Eu só acho que não é aceitável – é tão injusto.

“Todos os seus amigos estão indo e Lucy disse: ‘Por que não posso quando todo mundo pode?’

“Eu tive que dizer a ela que era por causa de seu diabetes”.

“Isso é discriminação”.

“Já é bastante difícil ter de lidar com a diabetes e, em seguida, ser apontada dizendo que ela não pode ir, como se ela fosse diferente de outras crianças?”

“O agente disse que a escola não tinham seguro e também que eles não poderiam tocar em Lucy se ela tivesse um ataque de hipoglicemia. Tudo o que poderíamos fazer seria dar-lhe analgésicos e engessar no caso de acidente”.

“A avaliação de risco para este deveria ter sido feito meses atrás, e não nove dias antes do voo”.

“Isso é ridículo.”

Forge Vale ofereceu reembolsar a família ou cobrir a metade do custo para o pai viajar com Lucy por cinco dias.

O pessoal também organizou uma reunião com Stephen amanhã depois  do jornal “The Star” ter contactado a escola.

Stephen, um ex-jogador profissional de sinuca que agora treina alguns jovens, disse que não poderia tirar licença de seu trabalho para acompanhar Lucy, mesmo num prazo tão curto.

O pai, de 40 anos, disse que ele estava incentivando Lucy para lidar com sua condição.

Ele disse: “Lucy está apenas começando a lidar com a diabetes. Queremos que ela seja capaz de gerenciá-lo de forma independente”.

“Ela não deve ser a única pessoa com diabetes na escola então este problema não seria só para ela”.

“A escola deveria ter uma política para esses casos.”

Forge Vale College disse que não discute questões individuais.

 

http://www.thestar.co.uk/


Similar Posts

Topo