Deb reverte sua diabetes com perda de peso

Sete anos atrás, Deb Darr teve um momento de clareza enquanto mudava um curativo na perna da mãe.

“Foi uma das piores coisas que eu tinha que fazer”, disse ela. “Mamãe estava muito doente, ela tinha diabetes e suas pernas estavam ulceradas.”

Deb, uma mãe de dois filhos, disse que ela era uma “grande pessoa” com 116 quilogramas, e estremeceu ao pensar nos seus filhos, estando ela na posição em que sua mão se encontrava.

“No dia seguinte fui ao médico e pedi um teste de diabetes”, disse ela. O resultado foi positivo para diabetes tipo 2 e foi-me dito para perder peso. Hoje, com 90 kg e 52 anos já não tem diabetes e cortou a sua pressão arterial e colesterol.

O chefe executivo do Sunshine Coast Hospital e Serviço de Saúde, Kevin Hegarty, disse que nos últimos 16 anos as doenças crônicas, como diabetes, doenças cardíacas, renais, câncer e asma vem aumentando de forma espantosa, devido ao substancial aumento das taxas de obesidade em Queensland – 57,7% das pessoas na cidade estão com sobrepeso ou obesos.

“A menos que as mudanças de estilo de vida aconteçam, acompanhadas pela intervenção precoce, essa tendência vai continuar, levando a um potencial aumento de 116% nas internações hospitalares na Sunshine Coast”, disse ele.

Mr Hegarty disse que o aumento das doenças crônicas, juntamente com o crescimento e envelhecimento da população da Costa, iria colocar pressão sobre os serviços de saúde.

“É esperado um aumento na proporção de pessoas acima de 65 anos de 17% em 2011 para 23% em 2031, e com um aumento na proporção de pessoas com mais de 85 dos atuais 2,2% para 3,9% no mesmo período.”

 

http://www.news-mail.com.au/


Similar Posts

Topo