Reduza o alto custo da diabetes

A diabetes é cara para monitorar e controlar. Aqui estão algumas dicas para que você possa economizar em suas despesas médicas.

Cerca de milhões de pessoas no mundo todo sofrem da doença em que o açúcar se acumula no sangue: pelo menos uma pessoa para cada três com diabetes ainda não sabe do seu diagnóstico. E mais outras duas pessoas para cada um diagnosticado são pré-diabéticas, ou em risco de desenvolver a doença.

Diz o Dr. Ron Loeppke, vice-presidente de Medicina Preventiva dos EUA: “É uma crise nacional”.

E é cara. Pacientes com diabetes podem gastar até vários milhares de dólares por ano no tratamento, diz Loeppke.

Se você tiver a doença ou está em um grupo de alto risco (tem um histórico familiar da doença e / ou estão acima do peso), tente estas estratégias para manter os custos sob controle:

Se você não tem diabetes …

Tome precauções. Verifique se o seu médico inclui um exame de glicose em sua próxima visita; o seu plano médico faz cobertura de praticamente todos os casos.

Pacientes de alto risco devem fazer os exames pelo menos uma vez por ano, diz o médico de cuidados primários da região da Filadélfia, Charles Cutler.

E exercite-se mais: Em pessoas com pré-diabetes, perder 5% a 7% do peso corporal e fazer 150 minutos de exercício por semana reduz o risco de desenvolver diabetes em quase 60%, de acordo com o Centro de Controle de Doenças dos EUA.

Lutar com a sua dieta? Fale com seu médico e procure um nutricionista para um planejamento alimentar – se você tiver sido diagnosticado como pré-diabetes, a sua seguradora pode cobrir o custo.

Se você tem diabetes …

Atenha-se aos medicamentos mais antigos. Empresas farmacêuticas estão divulgando novos medicamentos, como Januvia e Onglyza, destinados a controlar o açúcar no sangue, mas as drogas que já existem há anos são tão eficazes para a maioria das pessoas e, muitas vezes têm menos efeitos colaterais, de acordo com o relatório da Agência Federal de Investigação de Saúde e Qualidade de 2011.

Aqueles que têm um grande gasto com medicamentos de marca conhecida costumam pagar algumas centenas de dólares por mês para ter os medicamentos recém-lançados, enquanto drogas como a metformina e glipizide são vendidas como genéricos e geralmente custam menos de $ 20 a caixa.

Economize nos suprimentos

Seguros de saúde privados geralmente não pagam pelo monitor, lancetas e tiras de teste necessários para verificar os níveis de açúcar no sangue várias vezes por dia.

Opte pelo monitor que usa as tiras de teste menos caras, diz Cutler, e peça suprimentos em grandes empresas de fornecimento no atacado ou prefira as farmácias online que costumam ser mais baratas que às próximas de casa.

Busque apoio

Estudos mostram que os diabéticos que se juntam a grupos de apoio costumam manter mais normais os níveis de açúcar no sangue.

Quase todos os grandes empregadores oferecem algum tipo de programa de gerenciamento de doenças crônica com acesso a enfermeiras e aulas de apoio. A maioria das grandes seguradoras de saúde também possuem. Ligue para o seu departamento de RH ou seguradora e pergunte. 

 

http://money.cnn.com/


Similar Posts

Topo