3 erros que eu cometi quando eu tentei perder peso

 

Quando eu ganhei mais de 20 quilos após a faculdade, eu não tinha ideia de como perder peso.
Eu sabia que não estava dando o melhor de mim (eu estava comendo alimentos que engordam e deixando de frequentar a academia), mas eu não sabia como começar a virar o jogo.

Eventualmente acabei descobrindo  que funcionou para mim , e os quilos foram se diluindo. Porém, eu gostaria de ter conhecido algumas coisas antes de ter embarcado nesta viagem para a minha perda de peso, pois tornaria o processo muito mais fácil. Dito isto, mostrarei aqui alguns dos erros que cometi quando tentei perder peso.

Felizmente, você não vai cometê-los também!

1. Eu não me preocupava com o tamanho das porções

Eu fui uma comedora saudável por tanto tempo quanto me lembro. Claro, eu gostaria de desfrutar de um prato de nachos cobertos de queijo ou um par de margaritas de tempos em tempos, mas, em geral, eu gosto de comer alimentos que são bons para mim. Então, quando eu estava tentando perder peso, não lutei com a seleção de opções de alimentos saudáveis, mas logo percebi que eu estava simplesmente comendo muito deles.

Por exemplo, eu, muitas vezes, comia um sanduíche de manteiga de amendoim e banana no café da manhã. Era uma refeição rápida e fácil que me mantinha satisfeita por horas, mas o que eu não sabia era o quão calórico era aquele pequeno lanche.

Quando eu comecei a medir a minha comida e acompanhar minhas calorias online, fiquei chocado ao saber que duas fatias de pão integral com um par de porções de manteiga de amendoim e banana somaram cerca de 600 calorias! Depois disso, eu fiquei de olho em tamanhos das minhas porções e logo o número da escala começou a se mover.

2. Eu apenas me preocupava com as calorias

Quando eu comecei a acompanhar minhas calorias online, às vezes eu me encontrei me concentrando mais em quantidade (calorias) do que a qualidade (nutrientes) da minha comida. Por exemplo, como um lanche da tarde eu escolheria uma barra de cereal com sabor artificial em vez de uma maçã fresca,  porque tinha menos calorias. Eu sabia que isso não faz muito sentido, mas porque eu estava olhando apenas o total de calorias que ingeria, eu escolhi os alimentos com a menor quantidade possível, e também de gordura.

Não surpreendentemente, esses tipos de alimentos não me satisfaziam por muito tempo, e assim eu acabava por comer mais no longo prazo. Eu odiava sentir fome o tempo todo, então eu comecei a fazer escolhas mais inteligentes. Em vez de contar calorias, concentrei-me em acrescentar mais alimentos integrais, ricos em nutrientes, especialmente frutas e vegetais, para a minha dieta, o que me ajudou a  cortar calorias e impulsionar nutrientes  ao mesmo tempo.

3. Eu não comia o suficiente durante o dia

Quando eu estava perdendo peso, eu acordava todas as manhãs e prometia comer direito e  fazer exercícios naquele dia. Na maioria das vezes, as coisas corriam como o planejado: Eu acordava cedo para um treino de exercícios aeróbicos e fazia escolhas saudáveis ​​para minhas refeições durante todo o dia. No entanto, quando chegava em casa depois de um longo dia de trabalho, eu muitas vezes jogava fora todos meus esforços ao beliscar apetitosos petiscos até tarde da noite porque chegava com muita fome.

Depois de algumas semanas caindo nessa armadilha, mais uma vez sem perder peso, eu finalmente entendi o que estava acontecendo. Se eu não comesse refeições substanciais e petiscos durante todo o dia, que incluiu fibras contidas em carboidratos, baixo teor de gordura, proteínas e gorduras saudáveis, eu inevitavelmente comeria demais no final do dia.Depois que eu percebi o que estava acontecendo, eu fiz questão de comer mais durante o dia, o que me ajudou a reduzir meu hábito de me alimentar durante a noite.

Leia o blog de Tina sobre alimentação e saúde,   ‘Bolo com cenouras .

 

http://news.health.com/


Similar Posts

Topo