E se WOLVERINE tivesse diabetes?

Se você não ainda não conhece sua incrível lista de poderes, permita-me apresentar-lhe o Wolverine.  Além de extremamente atraente (principalmente quando interpretado por Hugh Jackman), ele vem com uma variedade de qualidades úteis, especialmente quando se trata de se conviver com diabetes.

Originalmente chamado James “Logan” Howlett, ele nasceu com habilidades de cura acelerada, sentidos impressionantes tanto a audição quanto o olfato, e garras ósseas revestidas com adamantium, como também toda sua estrutura esquelética. Adamantium , você sabe, é um metal produzido pelo homem que é essencialmente indestrutível.

Para qualquer ser humano normal, a aplicação de  adamantium seria venenoso, sendo que o procedimento realizado em Wolverine (nas mãos de Dr. Abraham Cornelius) para revestir todo seu corpo teria sido fatal para qualquer um, portanto. Wolverine, no entanto, não é um ser humano comum. De fato, após anos de luta solitária contra vilões, ele acabou sendo descoberto pelo professor Xavier para seus mutantes genéticos, trazendo-o para a equipe de X-Men.

Na vida com diabetes …

  • É uma boa coisa a maioria dos medidores de hoje levar apenas 5 segundos ou menos para detectar os níveis de glicose, porque as habilidades de cura do Wolverine permitiriam apenas 5 segundos de sangramento antes da ferida feita pela lanceta ser selada. Enquanto isso, porém, ele nunca teria que olhar para todos os pequenos pontos pretos que muitos de nós possuímos por causa de anos de picar os dedos!
  • Wolverine não precisaria gastar dinheiro com lancetas, pois ele poderia facilmente usar apenas suas garras para fazer um buraco em seu dedo e coletar um pouco de sangue.
  • Se ele usou uma bomba de insulina, ele não teria que se preocupar com locais de infusão saturados,  irritados ou coçando. Ele não teria que se preocupar com a recuperação do tecido cicatricial após anos de injeções ou locais de bomba de infusão… porque teriam rapidamente se curado! Sua pele parece sem ferimentos e rejuvenescida todos os dias, à espera de mais injeções.
  • Bem, ele parece ter alguns problemas de gerenciamento de raiva … e que pode levar a uma descarga súbita de adrenalina, o que poderia elevar o pico de açúcar no sangue. Isso é algo que Wolverine terá que estar ciente, e talvez até possa ajudá-lo a reduzir seus ataques loucos de raiva e fúria e sede de  vingança violenta. Talvez.
  • Por causa de seu incrível olfato, apuradíssimo, raramente seria necessário usar um medidor de glicose para Wolverine. Em vez disso, como um cão farejador de hipoglicemia, Wolverine poderia sentir o desequilíbrio hormonal da insulina em seu sangue, literalmente, sentindo o seu nível de açúcar no sangue com precisão!
  • E não vamos esquecer do quanto atlético e musculoso Wolverine é. Com a quantidade de músculo em seu corpo, ele pode garantir um nível de sensibilidade à insulina bastante elevado. Definitivamente ele é muito ativo, o que só aumenta esta sensibilidade ainda mais.

Bem, ok, talvez ele tenha só um pouco de paciência … o que o torna susceptível à elevações do nível de açúcar em seu sangue de vez em quando, mas na maior parte do tempo, se Wolverine tivesse diabetes, certamente ele teria alguns benefícios! Eu não me importaria de tê-lo na minha própria equipe de diabetes para ajuda, ou simplesmente ser seu amigo. (Quero dizer, não seria legal ter um amigo que pudesse sentir o cheiro quando o  nível de açúcar no sangue estivesse caindo?) 

 

Ginger Vieira – Autora de Comer emocional com Diabetes e seu Ciência Experimental do Diabetes, Ginger Vieira vive com diabetes tipo 1 e doença celíaca desde 1999. Ela é o Diretora Editorial e escritora para diabetesdaily.com, ela é educadora Wellness & Diabetesvídeo blogueirapalestrante e defensora do diabetes em Viver em Progresso .

 

PS: Nota do Editor Tiabeth.com:

O ator Hugh Jackman, que interpreta o Wolverine, não possui diabetes.

 


Similar Posts

Topo