Alimentação e diabetes: 9 estratégias essenciais para grandes resultados

compras

Ao longo dos anos de entrevistas com especialistas em diabetes, temos visto estratégias essenciais para nossas refeições. Juntas, estas abordagens podem colocá-lo em um caminho para manter sua glicemia equilibrada e de ter um relacionamento satisfatório com alimentos. Como sempre, verifique com sua equipe de saúde antes de mudar sua abordagem de tratamento do diabetes.

1 – Confira o nível de glicose do sangue em pares

Como você pode saber como um alimento ou atividade está afetando seu nível de glicose sem verificar? Não pode!

Para aqueles que fazem várias verificações por dia, a estratégia ideal é verificar antes e após a refeição. A maioria dos médicos recomenda verificar duas horas após uma refeição, embora também seja útil verificar periodicamente uma hora a quatro horas ou mais depois de uma refeição para obter uma imagem mais completa.

Mas o que dizer dos milhões de pessoas com diabetes tipo 2 que só verificam o nível de açúcar no sangue, uma ou duas vezes por dia? O Dr. Paulo Rosman, Consultor Médico sênior da Lilly, uma vez compartilhou uma estratégia de aferição com maior rotatividade. Ele se maravilhou com alguém que verificava o açúcar no sangue todos os dias durante um ano obtendo sempre o mesmo número. Como isso poderia ajudar? É muito melhor, pensou ele, checar estrategicamente ao longo do dia. Variando o momento da verificação, você pode aprender como as diversas atividades mudam seu nível de glicose no sangue. Você poderia tornar a diabetes mais previsível.

2 – Contar carboidratos

Cada pessoa pode lidar com uma quantidade diferente de carboidratos baseado em seu nível de resistência à insulina. Assim, aprender a contar carboidratos é uma ferramenta fundamental para o sucesso à longo prazo. Se você sabe o nível de açúcar no sangue, quantos carboidratos você comeu e seu nível mais tarde, você pode obter uma imagem mais completa do que você pode e não pode comer.

O primeiro passo para realizar a contagem de carboidratos seria ter um bom livro deste assunto e visitar um site online para conferência. Você também pode querer investir em uma escala de alimentos para medir a quantidade de um alimento que você está realmente comendo. Mensurações apenas visuais costumam provocar erros por uma margem de 25%, segundo estudos

Em seguida, e mais importante, veja a próxima estratégia.

3 – Mantenha-se simples

A diabetes é uma maratona, não um corrida de curto alcance. Portanto, não se sobrecarregue para tentar compreender tudo de uma vez. Você tem muito tempo para descobrir as coisas.

Comece por entender como a maioria das suas refeições comuns impacta seu nível de glicose no sangue. Por exemplo, conte os carboidratos em seu café da manhã favorito. Confira antes e depois de comer. Se correr tudo sobre controle em alguns dias diferentes, então você pode adicionar esta refeição em sua lista segura. Agora, você pode desfrutar do seu café da manhã com confiança. Se você comer esta refeição sete dias por semana, já domina um terço de suas refeições com apenas algumas verificações do nível de glicose. Esse é o poder de manter-se simples e pensar estrategicamente.

4 – Encontre alimentos previsíveis que você aprecia

Diabetes não é sobre as coisas que você não pode ter, é sobre as coisas que você pode ter. Gaste tempo procurando alimentos que você ama para poder comer com segurança. Continue a expandir essa lista. Quando na hora de ir ao supermercado, vá armado com uma longa lista de alimentos que você gosta de comer e pode comer sem culpa. É muito melhor do que se lamentar sobre o que você sabe que não deveria comer.

5 – Descubra o que você não pode comer

Por outro lado, existem alguns alimentos que irão conduzir sua glicemia para a estratosfera. Isso pode ser a pizza crocante com molho saboroso, um prato chinês ou um certo tipo de sushi com patas de caranguejo frito. Saiba o que são esses alimentos e tente evitá-los. Faça melhor que isso, encontre algo semelhante que satisfaça seus desejos sem que isso aumente sua glicose descontroladamente.
alimentacao-saudavel (1)

6 – Entenda a lei de números pequenos

A medida que você come mais carboidratos, toma mais insulina ou toma mais medicamentos, poderá cometer maiores erros nas dosagens da medicação. É muito mais fácil de adivinhar quantos carboidratos estão em um único amendoim do que no saco inteiro. Da mesma forma, quando você toma uma unidade de insulina, é muito mais fácil prever a rapidez com que ela será absorvida do que 20 unidades (as taxas de absorção de insulina podem variar muito com base no local de injeção e a quantidade injetada.) Por isso, é mais previsível se você comer menos carboidratos e combiná-los com menos medicação.

Quantos carboidratos você pode gerenciar em seu corpo de uma maneira previsível? Isso é algo para você descobrir  medindo constantemente sua glicemia e realizando contagem de carboidratos sob a orientação de sua equipe médica.

7 – Plano de antecedência

Diabetes é muito mais fácil de monitorar com planejamento antecipado. Por exemplo:

  • Ir ao supermercado com uma boa lista de alimentos que você ama e pode comer com segurança.
  • Chame o anfitrião de uma festa antes do tempo para verificar o que ela vai servir. Ofereça-se para levar um prato que você sabe que pode comer.
  • Olhe os menus de restaurante online e verifique se você pode consumir. Se você não sabe dizer o que está em um prato, ligue para o restaurante e pergunte.
  • Quando for viajar, carregue alguns bons petiscos.

O plano seguinte será bem mais tranquilo.

8 – Nos restaurantes, pedidos simples

Quanto mais complexo o prato, mais difícil é para dizer o que está nele. Quando você está comparando as opções em um restaurante, vamos considerar sempre o prato mais simples. É muito mais fácil de descobrir quantos carboidratos estão em um peixe grelhado ou carne do que em um prato com um molho complicado.

9 – Aprenda a gerenciar os tamanhos das porções

Se você é como a maioria das pessoas, provavelmente irá comer mais do que deveria. Anos de treinamento para “limpar nossos pratos” e “não desperdiçar comida” nos ensinou a comer mais do que o nosso corpo realmente precisa. Procure maneiras de combater este impulso. Você pode servir sua comida na cozinha e não à mesa. As pessoas são propícias a comer menos quando se exige uma curta caminhada. Nos restaurantes, considere meia porção de sua comida no início da refeição. Uma vez que estando metade fora do prato, você será menos tentado a comê-lo.

Quais são as suas estratégias essenciais? Por favor, compartilhe nos comentários para que possamos aprender com suas experiências.

Por 

 

http://www.diabetesdaily.com/


Similar Posts

Topo