Diabetes: atenção e cuidados redobrados com as unhas

Sedentarismo e excesso de peso são fatores que coloca em risco a vida de todos, além do fator genético, é claro. Mas, além de peso e alimentação, outro fator que devemos estar atentos são as unhas, tanto das mãos quanto dos pés.

A cicatrização do diabético fica comprometida, uma vez que “existe um comprometimento vascular, diminuindo a quantidade de sangue que chega as regiões mais afastadas do corpo”, explica o enfermeiro e profissional de atendimento da Express Medical, Henrique Outeda.

Para completar ele informa que “o primeiro cuidado é com a cutícula, que não deve ser retirada, pois serve de proteção contra microorganismos e qualquer ferida provocada pode virar um problema”. A boa notícia é que os esmaltes estão liberados, assim como a acetona e o removedor de esmaltes; “a dica é, caso a mulher decida apenas pintar as unhas na manicure, vá com as mãos já preparadas, cutículas tratadas e mãos hidratadas.

Se o salão não estiver usando kits descartáveis, leve seu palito e sua própria lixa. Eles são baratos e podem ser encontrados em lojas de produtos de beleza”, segundo o especialista.

Para finalizar, Henrique Outeda deixa a dica: “O melhor formato para as unhas é o quadrado com a lateral arredondada, outra dica é usar cremes para as mãos diariamente, eles contribuem para a redução da cutícula e ajudam a amolecê-la.

Esteja sempre atento, as manicures devem perguntar antes de tirar as cutículas se a cliente é diabética, caso não façam isso, diga você mesmo que é diabética, nada mais importante do que zelar por sua saúde”.

 

http://www.odebate.com.br/


Similar Posts

Topo