Exposição a composto presente em plásticos pode dobrar risco de diabetes entre mulheres

Doença foi mais prevalente entre participantes com maiores concentrações de ftalatos, grupo de substâncias químicas encontradas em produtos usados cotidianamente

Pesquisadores americanos descobriram que a exposição a um composto químico comumente utilizado na fabricação de embalagens de plástico está ligada a um maior risco de diabetes entre as mulheres. Trata-se dos ftalatos, que deixam os objetos mais maleáveis e que podem ser encontrados em embalagens de produtos de cuidados pessoais — como esmaltes e sabonetes —, equipamentos médicos e até revestimento de pisos e paredes. Essas conclusões fazem parte de um estudo desenvolvido no Hospital Brigham and Women, que é ligado à Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado nesta sexta-feira no site do periódicoEnvironmental Health Perspectives.

Os ftalatos, assim como o bisfenol A (BPA) e outros compostos químicos, é considerado um desregulador endócrino, pois imita a ação de certos hormônios naturais do organismo e pode provocar uma série de complicações.Um estudo divulgado em janeiro deste ano, por exemplo, já havia indicado outro efeito negativo provocado pelos ftalatos — segundo a pesquisa, a alta concentração da substância no corpo de crianças pode levar à obesidade infantil.

Para medir a concentração de ftalatos no organismo das participantes, a equipe de pesquisadores analisou amostras de urina de 2.350 mulheres de 20 a 80 anos. Eles observaram que as mulheres que apresentavam as maiores concentrações do composto químico tinham até o dobro do risco de sofrer de diabetes do que aquelas com as menores concentrações. “Essa é uma das primeiras vezes em que um estudo explora a relação entre os ftalatos e diabetes”, diz Tamarra James-Todd, uma das autoras do estudo. “Sabemos que, além de estar presente em produtos de cuidados pessoais, os ftalatos também existem em certos tipos de dispositivos médicos e medicamentos usados para tratar diabéticos, o que também poderia explicar o maior nível de ftalatos em mulheres diabéticas.”

 

Saiba mais

FTALATOS NO BRASIL

É autorizada no Brasil a utilização dos ftalatos na fabricação de embalagens de plástico, inclusive naquelas que costumam entrar em contato com “alimentos, matérias-primas para alimentos, águas minerais e de mesa, assim como as embalagens e equipamentos de uso doméstico, elaborados ou revestidos com material plástico”, segundo a Resolução nº 105 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de 19 de maio de 1999.


Similar Posts

Topo