Tecnologia de aplicação de insulina sem agulha chega ao Brasil

O desconforto gerado pelas repetidas picadas de agulha é uma das maiores causas da dificuldade na aderência ao tratamento do Diabetes em pacientes que necessitam usar insulina – em alguns casos são necessárias cinco ou seis injeções diárias do medicamento. Mas um equipamento fabricado no Alemanha promete mudar essa realidade no Brasil: a Caneta Safe-Inject para Aplicação de Insulina Sem Agulha. O dispositivo foi lançado comercialmente durante o 15º Congresso da Associação de Diabetes Juvenil, nos dias 24 e 25 de março, em São Paulo.

O método realiza as aplicações de maneira segura e eficaz, sem as temidas e desconfortáveis picadas de agulha. “Alguns pacientes não fazem o controle adequado da glicemia (açúcar no sangue), pois seguir corretamente a recomendação médica significa, em alguns casos, tomar injeções várias vezes ao dia”, explica o médico endocrinologista Paulo Rizzo Genestreti, membro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), Coordenador do Grupo de Diabetes do Hospital TotalCor/SP e Coordenador de Pesquisa Clínica em Diabetes da AMIL/SP.

Segundo o endocrinologista, o novo dispositivo injeta a insulina por um sistema de pressão por mola, proporcionando melhor distribuição do medicamento no tecido subcutâneo. No Brasil, existem cerca de 12 milhões de diabéticos. A previsão é que, em até sessenta dias, haja cem pontos de venda (farmácias especializadas em diabetes) em todo o país comercializando o equipamento. O paciente pode consultar o ponto de venda mais próximo de sua residência através do site http://www.semagulha.com.br.

A tecnologia do dispositivo foi desenvolvida e patenteada na Alemanha em 1999 e a caneta já é comercializada na Europa, Japão e Estados Unidos há mais de 10 anos, com grande aceitação e sucesso. A Caneta Safe-Inject possui Selos de Qualidade da ANAD (Associação Nacional de Assistência ao Diabético) e ISO (International Organization for Standardization) e de aprovação para produção e comercialização do FDA (Food and Drugs Administration), ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e CE Approved (Comunidade Europeia).

Como funciona o dispositivo?

Posicionando a Caneta Safe-Inject num ângulo de 90º e acionando o aplicador, um mecanismo de pressão por mola faz com que o medicamento atinja o tecido subcutâneo do paciente. A insulina é aplicada através de uma ampola com micro-orifício de 0,17mm (enquanto a maioria das agulhas de aplicação possui 0,39mm). “O líquido aplicado penetra no subcutâneo e se espalha uniformemente em uma fração de segundo, diminuindo a possibilidade de desenvolvimento de hematomas e outros tipos de lesões que podem ocorrer com certa frequência no uso rotineiro de agulhas”, afirma Paulo Rizzo Genestreti. Além disso, como o medicamento escolhe o caminho de menor resistência para se distribuir no tecido ao ser aplicado, a aplicação se torna uma experiência muito mais confortável e segura ao paciente. O dispositivo vem acompanhado de um conjunto de acessórios que permitem a utilização de qualquer tipo de insulina, inclusive pré-misturas.

Quais os benefícios da Caneta Safe-Inject?

Por não possuir agulha, a Caneta Safe-Inject beneficia, em especial, pacientes diabéticos que têm medo ou não gostam de usar agulhas – e, por conta disso, não fazem o controle adequado da glicemia. “Além disto, a ausência de agulhas elimina riscos de acidentes com perfurocortantes, diminui o risco de infecções cutâneas, contaminações cruzadas e perigo no descarte de resíduos”, conta o médico.

“A tecnologia presente no dispositivo também elimina a probabilidade de aplicações intramusculares ou intradérmicas, que podem ocorrer com agulhas, aumentando o risco do paciente desenvolver um quadro de hipoglicemia, podendo levar ao coma hipoglicêmico e até à morte”, afirma. Estudos apontam que mais de 30% das aplicações em crianças são feitas indevidamente pela via intramuscular.

Segundo o médico, “a Caneta Safe-Inject é compacta, fácil de manipular e pode ser usada em qualquer lugar”. “A maioria dos pacientes diabéticos que são dependentes de insulina podem fazer uso do aplicador”, afirma. Segundo a American Diabetes Association, o dispositivo proporciona um efeito mais rápido e uma melhor absorção do medicamento.

 

*********************************************************** // *******************************************

Nota do Editor de TiaBeth.com:

– No site indicado, o valor desta caneta é de R$ 1.525,00. (um mil  quinhentos e vinte e cinco reais)

************************************************************ // ************************************************

http://www.segs.com.br/


Similar Posts

Topo